sexta-feira , 21 julho 2017
Home / Mundo / Australiano tem polegar substituído por dedão do pé após perdê-lo em ataque de touro

Australiano tem polegar substituído por dedão do pé após perdê-lo em ataque de touro

Zac Mitchell’s teve o dedão do pé enxertado em sua mão direita (Foto: South Eastern Sydney Local Health District)

Um rancheiro australiano que teve o polegar decepado por um touro teve um dos dedões do pé colocado no lugar, há duas semanas.

Zac Mitchell, de 20 anos, sofreu a lesão em abril enquanto trabalhava em uma fazenda de uma região remota do oeste da Austrália.

“O touro deu um coice na minha mão, que acertou a cerca”, explicou Mitchell.

Colegas do rancheiro conseguiram recuperar o dedo decepado, colocando-o em uma caixa térmica com gelo. Mas, depois de duas tentativas de reimplantar o polegar, os médicos optaram por usar o dedão do pé, em um procedimento que durou oito horas.

Escolha difícil

Mitchell inicialmente relutou em autorizar o transplante, realizado no Sydney Eye Hospital.

Cirurgiões tentaram reimplantar o polegar decepado duas vezes (Foto: South Eastern Sydney Local Health District)

O cirurgião plástico responsável pelo procedimento, Sean Nicklin, disse não ter ficado surpreso com a hesitação do paciente.

“É uma ideia meio maluca, e os pacientes não querem se machucar em outra parte de seu corpo”, disse Nicklin.

“Mas mesmo quando você tem quatro dedos bons em uma mão, se você não tem algo para formar uma pinça, sua mão perdeu uma parte imensa de sua funcionalidade”.

O rancheiro precisará de mais de um ano de fisioterapia, mas pretende voltar à vida de vaqueiro.

Os médicos explicaram que o uso de partes do dedão do pé como “coringa” não é tão incomum assim, embora seja raro transplantar o dedão inteiro.

“Muitas pessoas pensam que vão perder o equilíbrio e que o andar será afetado, mas normalmente não é o caso”, explica Nicklin.

Karen, a mãe de Mitchell, disse que o rancheiro estava se recuperando bem, pelo menos no que diz respeito à locomoção.

“Seu caminhar está quase de volta ao normal”.

Por BBC

Veja Também

Casal sumido há 75 anos é encontrado congelado lado a lado na neve dos Alpes

  Marcelin e Francine Dumoulin viviam na comuna de Chandolin, em Valais, na Suíça , ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *