Pubicado em: dom, jun 23rd, 2013

Dez turistas são mortos em ataque contra hotel no Paquistão

 

Montanha Nanga Parbat é vista da estrada Karakorum, no norte do Paquistão. (Foto: Arquivo / Musaf Zaman Kazmi / AP Photo)

Montanha Nanga Parbat é vista da estrada
Karakorum, no norte do Paquistão.
(Foto: Arquivo / Musaf Zaman Kazmi / AP Photo)

Pelo menos dez turistas, nove deles estrangeiros, morreram em um ataque de homens armados lançado na noite de sábado (22) contra um hotel situado perto de Nanga Parbat, no Paquistão, região onde está localizada uma das 14 montanhas com mais de 8.000 metros, informou a polícia.

As nove vítimas estrangeiras são alpinistas da China, Ucrânia e Rússia, segundo disse Ali Sher, inspetor geral da região de Gilgit, no extremo norte do Paquistão, a vários meios de imprensa locais. A outra vítima é um guia local.

O ataque aconteceu por volta de 1h hora da madrugada (horário local) na área de Fairy Meadow, um conhecido enclave turístico com florestas e prados a mais de 3.000 metros de altitude.

Os corpos foram levados a um hospital próximo e serão levados por um helicóptero.

Soldados das forças de segurança se desdobraram na região, à procura dos atiradores.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, condenou o atentado através de um comunicado e afirmou que “esses atos cruéis e desumanos não serão tolerados”, e que “serão feitos os esforços necessários para fazer do Paquistão um lugar seguro para turistas”.

O local atacado fica dentro da província de Gilgit-Baltistan, pertencente ao território histórico da Caxemira, região que a Índia e Paquistão disputam desde sua independência do Império Britânico, em 1947.

A região acolhe a maior quantidade dos poucos turistas estrangeiros que visitam o país asiático, principalmente montanhistas.

 

Da EFE