sexta-feira , 23 Fevereiro 2018
Home / Brasil / Jovem convida colega para encontro, mata e filma crime: ‘Foi uma cilada’

Jovem convida colega para encontro, mata e filma crime: ‘Foi uma cilada’

A polícia investiga o assassinato de um jovem de 19 anos morto a tiros após receber uma ligação telefônica e ter ido ao encontro de um amigo na cidade de Sobral, interior do Ceará. Os tiros foram filmados pelos suspeitos, desde o momento em que a vítima chega para falar com o colega. Para familiares, o crime foi uma “cilada”.

Segundo o delegado Paulo Castro, do Núcleo de Homicídios da Polícia Civil de Sobral, a principal suspeita da polícia é de que o jovem tenha sido levado para o local do crime após receber a ligação. A Polícia Civil investiga se os tiros que atingiram a vítima foram disparados pelo próprio amigo ou por outro envolvido.

“Tudo está encaminhando para que ele tenha recebido uma ligação e foi levado até o local onde ele foi executado. A ligação foi feita por essa pessoa conhecida dele. A gente está investigando agora para saber quem executou”, comentou o delegado.

Felipe dos Santos trabalhava como jovem aprendiz em uma empresa de calçados em Sobral. O jovem chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.

‘Covardia’

Para familiares, vítima foi alvo de ‘cilada’ (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

A tia de Felipe, a dona de casa Claudilene Barbosa, disse que o jovem estava em casa quando recebeu a ligação. Ela conta que o jovem fez uma ligação depois de ter sido baleado. “Ele ligou dizendo que foi uma cilada.”

“Ninguém suporta ver a covardia que fizeram com o Felipe. Ele chega pra falar com o amigo e já se depara com os tiros. Quando a bala pega nele, eles deram outro tiro nas costas. Ele era um menino muito bom, eu quero justiça”, desabafou a tia do jovem, ainda emocionada.

“Eles interromperam a vida do Felipe. Não sei até quando vou ficar com esse vazio no meu peito”, disse Claudilene.

Facção investigada

Paulo Castro acrescentou que a vítima, identificada como Felipe dos Santos, 19 anos, não possuía passagens pela polícia. Ainda assim, o crime pode ter relação com disputas entre facções criminosas, segundo o delegado.

“O próprio fato de ele ser amigo de uma pessoa que se tornou inimigo de uma outra pessoa pode resultar na morte dele. É como se fosse uma forma de mandar uma mensagem para essa terceira pessoa.”

Por G1 CE

Veja Também

Justiça de SP condena dupla que tatuou testa de adolescente no ABC Paulista

Os dois rapazes que tatuaram a testa do adolescente em São Bernardo do Campo com ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *