Home / Campo Grande / Abelhas atacam trabalhadores e matam dois cachorros em Campo Grande

Abelhas atacam trabalhadores e matam dois cachorros em Campo Grande


Crédito: Wesley Ortiz

Trabalhadores de uma oficina mecânica e cinco cachorros foram atacados por um enxame de abelhas, na manhã desta sexta-feira (14), na Rua Itapecerica, no bairro Cidade Morena, em Campo Grande. Dois cachorros morreram e seis funcionários foram picados.

O dono da oficina, Adilson da Silva Paixão, 43 anos, disse que na frente do estabelecimento tem um ferro velho e o proprietário do local teria tentando espantar as abelhas de uma caixa. “Sempre tivemos esse problema com abelhas lá. É uma caixa que tem no local, geralmente tiram a noite, mas nessa manhã, o dono do ferro velho foi mexer com elas, sem contratar empresa especializada, e as abelhas atacaram todos que estavam em volta. Normalmente tiramos a noite quando tem caixa assim, mas hoje ele mexeu de dia”.

A quadra de casas foi interditada pelo Corpo de Bombeiros, que tenta conter o enxame no local. “Quando eu vi as abelhas chegando, eram poucas, fui no ferro velho e falei para ele parar de mexer. Mas aí veio o enxame completo, atacou os cachorros e os funcionários”.

Um cachorro morreu no local e o outro foi levado para o veterinário, mas também não resistiu.  

Walter Elias, dono do ferro velho, disse que sempre contrata apicultor para fazer a retirada das abelhas. “Como lá tem muitos materiais de fazenda, tem enxame. Eles vão no período da noite, mas o rapaz foi agora de manhã, foi uma ação mal sucedida e aconteceu isso. Não tive o que fazer, não consegui prever isso. Eu não tenho abelha e não posso matar com veneno. Hoje não sei o que houve, infelizmente deu nisso”.

Como o enxame estava muito alvoroçado, gerando risco para população, os bombeiros realizam o extermínio das abelhas.

Por Dany Nascimento e Rayani Santa Cruz / Top Midia News

Veja Também

Homem sai para entregar botijão de gás a vizinha e desaparece em Campo Grande

(Arquivo Midiamax) A esposa de 50 anos de um contador de 49 anos procurou a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.