terça-feira , 22 setembro 2020
Home / Geral / Abstenção do Enem chegou a 32,4% em Mato Grosso do Sul

Abstenção do Enem chegou a 32,4% em Mato Grosso do Sul

 

Foto: Divukgação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano registrou abstenção de 32,4% dos participantes em Mato Grosso do Sul. Número acima da média nacional, que foi de 27,9%. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse ontem (04) que, até o momento, não foi identificada nenhuma fraude no exame. “[Não há] nenhum indício de algo que pudesse arranhar o exame. Tivemos uma grande eficiência na logística”, garantiu.

De acordo com Mercadante, foram eliminados 65 alunos que postaram imagens digitais nos dois dias de realização da prova. Ontem (3), primeiro dia de realização da prova, foram eliminados 37 candidatos. Hoje, apesar da divulgação da eliminação, mais 28 candidatos postaram imagens e também foram excluídos do Enem. Os casos foram registrados em vários estados do país.

O caso que mais chamou atenção do ministro foi o da estudante Pâmela de Oliveira Lescano, de 17 anos, deu à luz momentos antes da realização do Enem. De acordo com Mercadante, ela terá nova chance de fazer a prova nos dias 4 e 5 de dezembro. Estas são as datas em que o exame será aplicado nos presídios e unidades socioeducativas.

Foto: Divulgação / Agência Brasil
Ministro Aloizio Mercadante cedeu entrevista à imprensa na noite de ontem (04)

“Pouco antes do inicio da prova, ela foi ao banheiro e a coordenadora verificou que tinha um bebê e uma poça de sangue. Tinha uma enfermeira, que ajudou a cortar o cordão umbilical”, descreveu Mercadante. Segundo o ministro, a aluna, considerada “o símbolo do novo Enem”, foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo Mercadante, os responsáveis pela correção das redações ainda passarão por novo treinamento com o tema desse ano. Para esta edição, a pasta aumentou em 40% o número de corretores. Este ano, os alunos terão acesso às redações corrigidas. “Todos os alunos serão orientados como devem solicitar a redação. Todos terão direito de acessar sua redação para fins pedagógicos”, garantiu.

 

 Fonte: Correio do Estado

Veja Também

Operação em MS e mais 16 estados mira desmatamento na Mata Atlântica

Área do bioma em Mato Grosso do Sul que pode ser fiscalizada (Foto/Divulgação)CREDITO: CAMPO GRANDE ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.