Home / Mato Grosso do Sul / Antes tarde do que nunca: bicicleta é recuperada 14 anos após ser roubada em cidade de MS

Antes tarde do que nunca: bicicleta é recuperada 14 anos após ser roubada em cidade de MS

Adolescente de 16 anos estava utilizando a bicicleta no momento da abordagem. – (Foto: Divulgação/GCM)

Muitas pessoas já tiveram objetos roubados e furtados, sejam celulares, eletrodomésticos ou até mesmo bicicletas. Em alguns casos os objetos não são recuperados e as vítimas acabam comprando outros e seguindo suas vidas normalmente.

O que poucos esperam é que o produto furtado seja encontrado quase 15 anos após o crime. Pois foi o que ocorreu em Dourados, nesta sexta-feira (16), durante uma abordagem da GCM (Guarda Civil Metropolitana).

De acordo com a GCM, uma equipe realizava rondas quando avistou um grupo de jovens aglomerados, descumprindo uma das medidas restritivas impostas para reduzir o avanço da pandemia.

O grupo foi abordado e durante checagem ao sistema os guardas descobriram que um adolescente, 16 anos, utilizava uma bicicleta roubado em 2007. A bicicleta tinha a cor alumínio há 14 anos, quando foi roubada, mas no momento da abordagem estava pintada de outra cor.

O adolescente, que se apresentou como proprietário da bicicleta, disse aos agentes não saber sobre o roubo. Ele explicou que um amigo teria deixado a bicicleta em sua casa, mas não revelou a data em que isso ocorreu. Vale lembrar que o adoslecente que se apresentou como dono da bicicleta durante a abordagem tinha 2 anos de idade quando o crime ocorreu.

De acordo com a GCM, é comum o crime de roubo e furtos de bicicletas, e mais de 100 já foram recuperadas por equipes da Guarda em Dourados. Não foi informado se o proprietário ou proprietária da bicicleta foi encontrado.

Por: Gabriel Neves / Midiamax

Veja Também

Embaixadora da Venezuela visita o MS para discutir situação de imigrantes

Venezuelanos migraram para o Brasil em busca de oportunidades, mas também encontram dificuldades aqui (Foto: ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.