Home / Campo Grande / Babá alega ter sofrido racismo em cinema de Campo Grande e procura delegacia

Babá alega ter sofrido racismo em cinema de Campo Grande e procura delegacia


Foto: Ilustrativa/Reprodução

Uma moradora procurou a delegacia nesta sexta-feira (24) para denunciar um suposto caso de discriminação e racismo ocorrida na bilheteria de cinema localizado em Shopping Center na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. A vítima é babá de duas meninas e foi impedida de comprar os bilhetes e de entrar na sala de cinema pois ‘não era familiar das crianças’.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, a mulher foi com as meninas comprar os ingressos na quarta-feira (22). Após aguardar na fila, o funcionário da bilheteria disse que ela não poderia comprar os ingressos para as crianças, pois não tinha comprovação familiar e somente os pais poderiam autorizar.

A mãe das meninas foi chamada e mesmo sem precisar comprovar, comprou os ingressos. Logo na entrada, a caminho da sala de cinema, a mulher foi novamente barrada, mesmo estando com os ingressos em mão.

Desta vez, o funcionário disse que somente familiares poderiam acompanhar as crianças no filme e que se ela quisesse assistir a sessão com as meninas, os genitores deveriam autorizar mediante um termo.

Após todo o constrangimento, a mãe das crianças foi novamente chamada e solicitou o reembolso e, como tinha horário para chegar no trabalho, autorizou que a babá das filhas pegasse o valor de R$ 52. O caixa foi entregar o dinheiro, mas o gerente interveio e disse que os ingressos seriam somente estornados via cartão de crédito e somente para a mãe das meninas.

No dia seguinte, o pai das crianças foi ao cinema pedir o estorno e questionou outras pessoas na fila se os caixas da bilheteria pediam documentação e todos negaram. Por fim, o homem também não conseguiu o dinheiro de volta e a babá foi até a delegacia registrar o boletim de ocorrência. O caso será investigado.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do cinema em questão e aguarda posicionamento.

Por: Mariane Chianezi / Midiamax

Veja Também

Caminhão passa por cima de cabeça de motociclista na Gury Marques

Foi tentada reanimação, mas motociclista não resistiu (Marcos Ermínio, Midiamax) Uma motociclista de 41 anos, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.