Home / Campo Grande / Campo Grande é maior consumidora de mandioca do Brasil, diz Senar

Campo Grande é maior consumidora de mandioca do Brasil, diz Senar


Plantação de mandioca em Campo Grande – Foto: Foto: Divulgação/Sedesc

Uma pesquisa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) apontou que Campo Grande é a cidade que mais consome mandioca em todo o Brasil, com 15 kg por pessoa ao ano. Esses dados também mostram que Mato Grosso do Sul, com 23 kg per capita ao ano, está acima da média nacional de consumo, que é de 10 kg.

Mato Grosso do Sul é o 13º produtor nacional de mandioca, porém, está em segundo lugar no ranking de produtividade, possuindo 35 mil hectares plantados. Porém, 25% dessa raiz consumida na Capital vem de outros estados. Por esse motivo, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Agronegócio (Sedesc) um projeto visando desenvolver o cultivo de mandioca de mesa a partir de pesquisa realizada na unidade Agropecuária Oeste da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Dourados.

Após encontros e diversas ações realizadas, surgiu a cooperativa Ouro da Terra formada por 30 trabalhadores da agricultura familiar de Campo Grande. Em atividade, a cooperativa beneficia diretamente 70 famílias entre cooperados e funcionários, além de 150 famílias de maneira indireta. 

O local escolhido para a instalação da Ouro da Terra foi a entidade Cidade dos Meninos, localizada na região norte da Capital. Nesse local também foram realizadas as capacitações dos produtores envolvidos no projeto. 

“A partir de agora vamos buscar recursos para incrementar definitivamente a produção de mandioca. Nessa questão, estamos tentando não importar mais esse produto, atingindo autossuficiência em mandioca de mesa nos próximos anos”, disse o titular da Sedesc, Herbert Assunção.

Por: ADRIEL MATTOS / CORREIO DO ESTADO

Veja Também

Passageira é deixada na rua após discutir por janela aberta com motorista de aplicativo

Uma mulher de 33 anos procurou a delegacia de polícia de Campo Grande durante a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.