Home / Campo Grande / Com bandeira cinza, transporte coletivo funcionará em regime especial na Capital

Com bandeira cinza, transporte coletivo funcionará em regime especial na Capital

Ônibus saindo do Terminal General Osório na Capital. (Foto: Arquivo)
CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

A bandeira cinza vai alterar também a rotina de quem depende do transporte coletivo urbano em Campo Grande. Com a mudança na classificação para risco extremo a Capital passar a ter toque de recolher das 20h às 5h e por isso os ônibus passarão a circular em horários diferenciados a partir do domingo (13).

Uma ordem de serviço foi enviada ao Consórcio Guaicurus pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) determinando redução no horário do funcionamento do transporte coletivo urbano em Campo Grande.

Conforme o documento, as linhas troncais e interbairros, que realizam o transporte de uma região à outra, geralmente de um bairro ao Centro, sairão dos terminais para a última viagem entre 20h e 20h05.

Já as linhas alimentadoras, as que percorrem os bairros recolhendo os passageiros, deixando-os em um terminal, partirão dos terminais na última viagem entre 21h05 e 21h15, somente após a chegada das linhas troncais.

E as linhas convencionais, que executam simultaneamente as funções de captação dos usuários da origem até o destino, passarão pelo centro da cidade em sua última volta entre 20h30 e 20h40.

No período de 14 a 24 de junho, haverá uma linha dinâmica para atender trabalhadores noturnos, que partirá da Praça Ary Coelho em três horários: 21h40, 22h40 e 23h40.

Apenas usuários cadastrados previamente na Agetran, poderão acessar os veículos das linhas dinâmicas, criadas para trabalhadores. O cadastro deve ser feito no consórcio Guaicurus através do telefone 3316-6600.

De acordo com a determinação da Agetran, em todos os terminais deverão ser mantidos veículos e motoristas reservas para atender eventuais necessidades das 5h30 às 8h e das 16h às 19h30. Outros 8 veículos ficarão à disposição na Praça Ary Coelho das 16h às 18h30 em caso de aumento na demanda de segunda a sexta-feira e 4 aos finais de semana.

Por Ana Paula Chuva e Jhefferson Gamarra – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Veja Também

Capital vai liberar eventos, mas carteira digital de vacinação será passaporte

Titular da Sesau, José Mauro Filho explica que cartão de vacina digital vai permitir entrada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.