terça-feira , 17 setembro 2019
Home / Mato Grosso do Sul / Combate a queimadas em MS contará com 258 bombeiros

Combate a queimadas em MS contará com 258 bombeiros


Foto: Corpo de Bombeiros de MS

Com o estado ‘pegando fogo’ – literalmente – a equipe dos Bombeiros para combater as chamas em Mato Grosso do Sul deve ser de 258 militares. Até então, o estado tinha apenas 200 bombeiros à disposição diariamente para atuar especificamente no combate às queimadas em vegetação. O efetivo foi aumentado e uma escala garantiu mais 58 militares.

Conforme informações divulgadas nesta quarta-feira (11), o Corpo de Bombeiros fez uma escala especial para acrescentar os 58 militares para combater incêndios. Militares que estavam de folga foram convocados a atuar.

Relatório da Sala de Situação Integrada, divulgado pela Cedec (Coordenadoria de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul), aponta que mais de 1 milhão de hectares de vegetação foi destruída pelas queimadas no Estado, no período de 1º de agosto a nove de setembro deste ano. Os focos de calor continuam intensos, devido a prolongada estiagem, com maior concentração no Pantanal e na Serra da Bodoquena.

O Governo ainda anunciou que deve declarar situação de emergência por conta do aumento alarmante do número de queimadas. Com isso, a intenção é conseguir apoio de aeronaves para o combate às chamas.

“É fundamental que adote a medida de situação de emergência e com isso é mandado um relatório ao Ministério da Integração Regional, para que a gente tenha o apoio de aeronaves, inclusive este foi um dos nossos pedidos feitos pela manhã”, disse o secretário da Semagro (Secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck.

Por: Mylena Rocha / Midiamax

Veja Também

Homem invade casa e mulher é estuprada enquanto dormia

Homem foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã. (Foto: ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.