Home / Mundo / Coronavírus: número de mortes no Reino Unido ultrapassa 10 mil

Coronavírus: número de mortes no Reino Unido ultrapassa 10 mil


Direito de imagem – GETTY IMAGES
Número total de mortes no Reino Unido chega a 10.612; total de pessoas com coronavírus no país é de 84.279

O número total de mortes no Reino Unido pela covid-19, a doença causada pelo coronavírus, ultrapassou 10 mil. Neste domingo (12), mais 737 mortes foram registradas, elevando o número total para 10.612.

No total, há 84.279 casos confirmados de pessoas com coronavírus no Reino Unido.

O número não inclui mortes fora de hospitais, e pode ser maior, já que não inclui mortes que ainda não foram reportadas ao Ministério da Saúde.

“O dia de hoje é um marco sombrio no impacto dessa doença”, disse o ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, na tarde deste domingo, em coletiva de imprensa sobre o coronavírus em Londres, a capital britânica.

O Reino Unido ultrapassou a marca das 10 mil mortes no mesmo dia em que seu primeiro-ministro, Boris Johnson, recebeu alta do hospital, onde havia ficado internado por uma semana também em decorrência da covid-19. Ele chegou a ficar na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por três dias, mas agora passa bem e deve repousar na casa de campo dos primeiros-ministros do Reino Unido, seguindo recomendações médicas.

Neste domingo (12), também, um dos cientistas conselheiros do governo, Jeremy Farrar, disse em um programa da BBC que o Reino Unido pode ser “um dos países mais afetados, senão o mais afetado” pelo coronavírus na Europa.

Atualmente, a Itália tem o maior número de mortes no continente, com mais de 19 mil, seguida da Espanha, com quase 17 mil, França, quase 14 mil, e do Reino Unido, segundo dados da universidade americana Johns Hopkins.

Os Estados Unidos ultrapassaram a Itália no número total de mortes também neste domingo (12). No país, mais de 20 mil pessoas morreram por causa da covid-19, o maior número do mundo.

Boris Johnson
Image captionBoris Johnson recebeu alta do hospital, mas não deve voltar ao trabalho imediatamente

Na Europa, a Alemanha ainda mantém as mortes abaixo de 3 mil.

Farrar, membro de um grupo que aconselha o governo em temas científicos durante emergências, disse que a “incrível” quantidade de testes para coronavírus sendo levados a cabo na Alemanha tem sido chave para manter as internações no país em um número abaixo das internações no Reino Unido.

O cientista também disse que países que testaram mais a população conseguiram isolar pessoas com covid-19, prevenindo que elas transmitissem o vírus para outras, enquanto davam mais tempo para os hospitais se prepararem.

No Brasil, 1.124 pessoas morreram em decorrência da covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde. Até agora, há 20.727 casos confirmados no país.

Páscoa ensolarada

Autoridades do Reino Unido têm pedido que a população fique em casa neste feriado da Páscoa, apesar do clima bom e ensolarado do feriado. O primeiro-ministro, Boris Johnson, agradeceu a população por respeitar as regras de distanciamento social, apesar do “clima quente” no Reino Unido.

“Em uma época em que normalmente estamos próximos fisicamente, precisamos ficar separados”, disse Hancock, o ministro da Saúde do Reino Unido.

“Vai contra todos os instintos e intuição que possuímos, mas precisamos perserverar, porque se seguirmos as regras e impedirmos a propagação do vírus, então cada novo dia nos aproximará mais da vida normal.”

Fonte: BBC

Veja Também

Nova variante do coronavírus identificada na África do Sul tem “número preocupante de mutações”

Legenda: Uma nova variante do coronavírus foi identificada por cientistas sul-africanosFoto: Shutterstock Uma nova variante do coronavírus com um ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.