Home / Mato Grosso do Sul / De olho na segurança após atentados, comerciantes da fronteira preparam volta da Black Friday

De olho na segurança após atentados, comerciantes da fronteira preparam volta da Black Friday

Depois de dois anos de suspensão por causa da pandemia da Covid-19, os comerciantes de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, na fronteira do Paraguai com o Brasil, anunciam a volta da Black Friday. A promoção está agendada para o dia 7 de setembro e foi definida em reunião realizada nesta quarta-feira (31).

Segundo informações do presidente da Câmara de Comércio de Pedro Juan Caballero, Khalil Mansour, a última Black Friday foi em 2019 e neste ano, após as restrições provocadas pela pandemia da Covid-19, o evento será retomado com força total do dia 7 de setembro até o dia 10.

Os comerciantes decidiram antecipar as reuniões para que o setor possa se preparar. Entre os temas discutidos na primeira reunião desta terça-feira, o setor empresarial da fronteira ressaltou a necessidade de reforçar as medidas de segurança.

Segundo Khalil Mansour, os turistas e também a população das duas cidades estão abalados com os últimos episódios envolvendo a região de fronteira, principalmente a morte do prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo.

“O ataque ao prefeito José Carlos Acevedo deixou uma sensação desagradável, que o governo nacional deveria dar mais atenção por meio das forças de segurança”, comentou o presidente Câmara de Comércio de Pedro Juan Caballero.

Ainda segundo o empresário, outra questão que precisa ser resolvida é em relação à tributação de impostos. “Há dois anos foi apresentado um projeto de lei para beneficiar empresários fronteiriços localizados em cidades gêmeas com menos impostos, por meio da lei do regime de turismo, mas que está parado no Congresso paraguaio”, criticou.

Marcos Morandi

Por Mídiamax

Veja Também

Empresário morre em acidente com clube de moto em MS horas após postar: ‘Domingão abençoado, bora rodar’

Gustavo Leite, empresário de Anastácio e Aquidauana, a 147 quilômetros de Campo Grande, morreu na ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.