Home / Campo Grande / Dia Livre de Impostos terá de cerveja a estacionamento ‘com desconto’ em Campo Grande

Dia Livre de Impostos terá de cerveja a estacionamento ‘com desconto’ em Campo Grande

Pagando um dos impostos mais caros do mundo, em média 34%, os brasileiros, incluindo os sul-mato-grossenses, terão um dia inteiro para refletir sobre a carga tributária do País ao comprarem produtos sem impostos no DLI (Dia Livre de Impostos).

A ação, que é realizada em MS pela FCDL MS – Federação das CDLs de Mato Grosso do Sul, acontece nesta quinta-feira (2) em três shoppings da Capital, 66 lojas de uma rede de móveis e eletrodomésticos, 4 lojas de uma rede de materiais de construção, uma cervejaria e uma escola de ensino fundamental.

No dia 2 de junho, as lojas participantes dos três shoppings e das redes de eletrodomésticos e materiais de construção estarão ofertando produtos sem os impostos.

No Shopping Campo Grande, haverá um quiosque com degustação da Cervejaria Louvada, venda de vinhos 067 sem impostos e ação informativa da Energisa.

No Shopping Bosque dos Ipês, será montado um stand com informações sobre o Dia Livre de Impostos e as cargas tributárias e terá o seu estacionamento com valor fixo de R$ 5,00, já sem impostos.

Além disso, o personagem impostossauro irá “passear” pelas lojas participantes, chamando atenção dos consumidores.

Não é desconto

Inês Santiago, presidente da FCDL MS, destacou a necessidade de conscientização sobre a carga tributária brasileira. “Nosso país tem uma tributação alta e muita dura. Então trazemos o DLI para conscientizar a população, pois em maio já batemos recordes de arrecadação de impostos”.

O presidente da CDL Campo Grande, Adelaido Vila, lembrou que o movimento de conscientização está crescendo em MS. “Aqui no Estado, o DLI começou com a participação de três bares e foi crescendo, mais empresas aderindo e neste ano estamos com uma participação recorde”.

Inês Santiago destaca que não é um dia descontos. “O DLI é um dia onde o próprio lojista irá arcar com a diferença de preço do produto, correspondente aos impostos, para que os consumidores tenham consciência do peso da carga tributária no que eles consomem”.

Mariane Chianezi

Por Mídiamax

Veja Também

Início da temporada de ‘fogos em terrenos’ acende alerta e responsável pode receber multa de R$ 10 mil

Henrique arakaki Somente no ano passado, Campo Grande registrou mais de 1 mil incêndios em ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.