Home / Mundo / Dois são mortos a tiros perto de sinagoga na Alemanha

Dois são mortos a tiros perto de sinagoga na Alemanha


Polícia isola área onde aconteceu tiroteio na cidade de Halle, na Alemanha, em 9 de outubro de 2019 — Foto: Marvin Gaul/Reuters

Duas pessoas foram mortas em um tiroteio na cidade de Halle, no leste da Alemanha, nesta quarta-feira (9). Um suspeito foi preso.

Imagens da pessoa que teria cometido o crime, vestindo roupa de combate – inclusive com um capacete – foram transmitidas pelas TVs do país.

Os tiros foram dados perto de uma sinagoga, de acordo com a mídia local. Uma granada foi jogada em um cemitério judaico, segundo o jornal “Bild”.

Uma testemunha afirmou que também foram disparados tiros em um restaurante que vende kebabs, um prato típico do Oriente Médio.

O ministro do interior da Alemanha, Horst Seehofer, afirmou que o ataque provavelmente teve motivações antissemitas. “Com base nas informações que temos, devemos pressupor que isso foi, no mínimo, um ataque antissemita.

Policiais na cidade de Halle no dia em que houve um tiroteio perto de uma sinagoga da cidade — Foto: Marvin Gaul/Reuters

Policiais na cidade de Halle no dia em que houve um tiroteio perto de uma sinagoga da cidade — Foto: Marvin Gaul/Reuters

A violência acontece durante o Yom Kippur, um dos dias mais sagrados do calendário judeu, quando eles fazem jejum durante 25 horas.

A TV local MDR mostrou um homem disparando tiros em uma rua, atrás de um carro.

“Nossas forças detiveram uma pessoa”, disse a polícia local em uma rede social. “Por favor, no entanto, permaneçam vigilantes”, diz o texto.

Tiros também foram ouvidos em um subúrbio da cidade de Halle. A polícia não confirmou imediatamente a associação entre os tiros e a granada a alvos judeus.

 — Foto: Rodrigo Sanches/G1

— Foto: Rodrigo Sanches/G1

Antissemitismo na Alemanha

Antissemitismo é um tema sensível na Alemanha, que, na Segunda Guerra, foi responsável pelo genocídio de 6 milhões de judeus durante o holocausto nazista.

Apesar do processo de desnazificação no pós-guerra, o medo de uma ressurgência do antissemitismo nunca desapareceu –há ameaças de neonazistas de extrema direita ou de imigrantes muçulmanos.

Ataques ocasionais no passado foram desde grafites da suástica nazista em túmulos a ataques com bombas caseiras em sinagogas e até mesmo assassinatos.

Por G1

Veja Também

Entenda o que é o câncer no cérebro, que matou a cantora Marie Fredriksson do Roxette

Marie Fredriksson morreu aos 61 anos. Foto de 19/03/2011. Foto: PATRIK STOLLARZ / AFP Vocalista ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.