quarta-feira , 21 agosto 2019
Home / Tecnologia / Ciência / Dono da Tesla quer ligar o cérebro humano a um computador

Dono da Tesla quer ligar o cérebro humano a um computador

Parece um plano vindo do futuro, mas, tal como acontece com a Tesla ou a SpaceX, Elon Musk quer torná-lo real. E a Neuralink foi criada para isso. A empresa está a desenvolver implantes cerebrais que permitam uma comunicação direta com computadores.

Os produtos microscópios, que começaram a ser desenvolvidos em 2017, podem estar prontos para testes em humanos já no final do ano. Para já, os primeiros resultados têm origem em experiências feitas com um macaco, que conseguiu controlar um computador com o cérebro.

A empresa, que não tem mais do que 100 empregados, e que funciona em sigilo quase completo, deu uma conferência na terça-feira, como o objetivo de recrutar mais especialistas. “Queremos ter os melhores talentos do planeta”, disse Musk, na Academia de Ciências da Califórnia, em São Francisco.

O projeto é, de acordo com o empreendedor, uma forma de os seres humanos lutarem contra evolução das máquinas equipadas com inteligência artificial. Ligando o cérebro diretamente a um computador, poderão atingir-se melhores resultados nesta área da computação.

O plano passa por instalar pequenos fios flexíveis, com cerca de uma quarto de diâmetro do cabelo, no cérebro humano. Estes sensores vão recolher a informação e enviar os dados para um chip, instalado na superfície do crânio. De forma a analisar a informação e comunicar com o cérebro todo o processo será feito sem fios, possivelmente através de Bluetooth.

Inicialmente, Musk pretende trabalhar com pacientes que tenham lesões cerebrais, estimulando o cérebro humano, mas no futuro o objetivo passa por criar capacidades cognitivas sobre-humanas e uma simbiose perfeita com a inteligência artificial.

Fonte: JN.PT

Veja Também

Nintendo conserta Joy-Cons de graça mesmo em Switch fora da garantia

Uma falha nos Joy-Cons do Nintendo Switch que registra movimentos mesmo quando o jogador não toca no ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.