quarta-feira , 5 agosto 2020
Home / Campo Grande / Em 40 dias, oito ruas da Capital receberam 15 quilômetros de recapeamento

Em 40 dias, oito ruas da Capital receberam 15 quilômetros de recapeamento


Equipes da prefeitura trabalhando no recapeamento de uma das ruas da Capital. (Foto: Divulgação)

Em 40 dias de serviços, a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), concluiu 15 quilômetros de recapeamento em oito ruas da Capital. Nestas vias o pavimento  tinha três décadsa de uso, estava irregular, devido aos sucessivos serviços de tapa-buraco.

Mais 10 quilômetros de asfalto serão refeitos até novembro, conforme a prefeitura.

O projeto orçado em R$ 16,7 milhões é custeado com um financiamento contratado junto à Caixa Econômica Federal. Prevê ainda 25 quilômetros de recapeamento em 20 vias. S

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, com outras fontes de financiamento, como o PAC Pavimentação e Projeto de Mobilidade Urbana, além de recurso do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), ao longo dos próximos quatro meses, serão iniciados mais 43 quilômetros de recapeamento.

Desde 2017, conforme a Sisep, foram feitos 80 quilômetros de recapeamento na cidade. Hoje, há frentes de serviço em cinco das sete regiões urbanas de Campo Grande. Para, 10,4 quilômetros, as ordens de serviço estão assinadas.

Rua Souto Maior no Bairro Tijuca está repaginada após a conclusão dos serviços. (Foto: Divulgação)
Trecho importante – Na Avenida Consul Assaf Trad, por exemplo, já está quase pronta a obra de drenagem para eliminar ponto de alagamento perto do Terminal Nova Bahia.

Um trecho de 2,2 quilômetros da pista Bairro-Centro da avenida será recapeada e está sendo aberta a terceira pista. Está em licitação o recapeamento da Avenida Marechal Deodoro, último trajeto do corredor sudoeste do transporte coletivo.

Até setembro, segundo informado, também será licitado o novo pavimento da Rui Barbosa, da Avenida Calógeras; 13 de Maio (entre a Avenida Fernando Correia da Costa e a Rua Júlio Dittimar) e de todas as transversais entre a Pedro Celestino, Calógeras , Maracaju e Fernando Correia da Costa.

Com recursos assegurados – mais de R$ 52 milhões em emendas parlamentaresm – no primeiro semestre de 2021, a previsão é de serem licitados mais 63 km de recapeamento, incluindo a Avenida Duque de Caxias e o prolongamento até a rotatória em Indubrasil (Avenida Solon Padilha ).

Fim dos remendos – Nas ruas, como a Franscisco dos Anjos, região do Bairro Pioneiros, que recebeu asfalto novo , pintura de meio-fio e sinalização, moradores e comerciantes elogiam a obra.

“O asfalto estava todo remendado. Bastava uma chuva para os buracos voltavam”, comenta a Walkiria Ferreira Tiago . O mesmo cenário é descrito por empresário conhecido como João da Linguiça , dono de um açougue na esquina com a Rua Ana Luiza de Souza.

Walkiria contou que bastava uma chuva para os buracos reaparecerem. (Foto: Divulgação)
“Está rua tem um trânsito movimentado, serve de acesso a vários bairros. Ficamos ainda mais animados que também a Avenida Filinto Muller também será recapeada”, comentou.

Em outra região da cidade, a principal via comercial do Bairro Jardim Tijuca, a Rua Souto Maior está repaginada com asfalto novo e sinalização.

“O serviço foi feito em boa hora “, avalia o comerciante Adilson Moreira, que abriu seu pet shop há dois meses . “Dei sorte, justamente quando abri meu negócio, acabou a buraqueira que havia na rua”, destaca.

Em 40 dias de serviço receberam recapeamento as avenidas José Nogueira Vieira; Rodolfo Jose Pinho, Marinha e as ruas Chaddi Scaff, Cacildo Arantes; Cayova; Souto Maior e Amazonas .O serviço está em andamento na Avenida Filinto Muller e na Rua Manoel Joaquim de Moraes, no Jardim Leblon, que um prolongamento da Rua Souto Maior.

Empresário elogio o trabalho feito na Rua Souto Maior. (Foto: Divulgação)
A Avenida Filinto Muller, além de ser o principal acesso ao Lago do Amor , um dos cartões postais da cidade, passa em frente do  Hospital Universitário e atravessa boa parte do campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

É também um importante eixo viário entre o centro da cidade e o Bairro Pioneiros. Será recapeada numa extensão de 1,8 km, desde o estádio de beisebol até a rotatória  com a Avenida Senador Mendes Canale.

O segundo trecho começa na rotatória com a Avenida George Chaia e vai até terminar a via, em outra rotatória, esta com a Avenida Manoel da Costa Lima. Nestes locais em que estão programadas as intervenções, o asfalto, feito há mais de 30 anos, está todo remendado por sucessivos tapa-buraco.

Também está previsto na sequência, o recapeamento da Rua Candelária (paralela à Filinto) entre a Avenida George Chaia e a Rua do Boticário.Outra rua próxima que receberá novo pavimento  e a Rua Jasmin, ligação entre as ruas Bonsucesso e Avenida Fábio Zaharan.

Por: Adriano Fernandes – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Veja Também

Homem que matou cunhado é preso com comparsa na Chácara das Mansões

Crédito: Divulgação Jhonatan Guilherme, 27 anos, acusado de assassinar o cunhado, João Rodrigues de Farias, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.