Home / Mato Grosso do Sul / Em cinco meses indústria cria 8,5 mil novas vagas em Mato Grosso do Sul

Em cinco meses indústria cria 8,5 mil novas vagas em Mato Grosso do Sul

 

Foto: Divulgação/Fiems
Foto: Divulgação/Fiems

Composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, o setor industrial do Estado criou, de janeiro a maio deste ano, 8.557 novos postos de emprego, e é o segundo maior gerador de empregos em Mato Grosso do Sul, segundo informações do Radar Industrial da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego, e divulgada nesta segunda-feira (24).

Segundo o levantamento, o segmento que mais criou vagas foi o da indústria de transformação, com 4.257, seguido pela indústria da construção civil, com 4.149. Para o presidente da Fiems, Sérgio Longen, os números representam que a indústria continua demonstrando força na economia do Estado, respondendo por 48,1% do saldo total de postos de trabalho criados em Mato Grosso do Sul neste ano.

“Somente em maio de 2013, o setor foi responsável pela abertura de 1.173 novas vagas”, ressaltou Longen. Além disso, nos últimos 12 meses, a cada 30 dias foram abertos, em média, 676 postos formais pela indústria sul-mato-grossense, totalizando, nesse período, 8.116 vagas.

Com o saldo obtido em maio deste ano, a indústria do Estado alcança a marca de 640.027 postos formais de trabalho, indicando uma elevação equivalente a 3,61% sobre o estoque total verificado ao fim de 2012. Na mesma comparação, o estoque por segmento econômico, passou a ser de 176.233 postos formais de trabalho no setor de serviços (+3,18%), 138.402 na indústria (+6,60%), 135.917 empregos na administração pública (+5,38%), 120.400 no comércio (+0,40%) e 69.075 na agropecuária (+4,74%).

Em relação ao Índice de Evolução do Emprego Formal na Indústria, o segmento industrial alcançou 202,7 pontos, o que representa um crescimento de 102,7% sobre o estoque do ano base de 2005, quando o setor tinha 68.269 pontos e crescimento de 76,7%.

A pesquisa verificou que no período compreendido entre 2005 e 2013, até o mês de maio, a expansão formal na indústria em Mato Grosso do Sul foi de 33% maior que o conjunto apresentado pelo conjunto da economia estadual. Na mesma comparação, em relação aos segmentos de serviços, comércio, agropecuária e administração pública, o ritmo de expansão da indústria foram maiores em 15%, 35%, 61% e 73%, respectivamente.

Na comparação com o mês imediatamente anterior, o índice de evolução do emprego se comportou da seguinte maneira: indústria (+1,09%), serviços (+0,58%), agropecuária (+0,83%), comércio (+0,41%) e administração pública (+0,01%). Por fim, quando comparado com igual mês do ano anterior, o índice de evolução do emprego formal apresentou o seguinte desempenho: emprego total (+3,5%), serviços (+4,1%), comércio (+3,8%), indústria (+7,0%), administração pública (+0,1%) e agropecuária (1,8%).

 

Fonte: Samira Ayub - Capital New

Veja Também

Pai e filha morreram em colisão frontal entre carro e bitrem na BR-262

Foram identificados como Sansão Costa de Jesus, de 46 anos, e Aliny Oliveira de Jesus, ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.