quarta-feira , 5 agosto 2020
Home / Bizarro / Em resposta à ‘demissão dançante’, empresa ‘dança’ para contratar

Em resposta à ‘demissão dançante’, empresa ‘dança’ para contratar

 

Em resposta ao vídeo em que Marina Shifrin pede demissão “dançando”, que gerou mais de 6,2 milhões de visualizações, a Next Media Animation, subsidiária taiwanesa da companhia na qual a americana se desligou, produziu sua própria versão mas, desta vez, exibiu diversos funcionários dançando para avisar que “estavam contratando” (assista).

Postado no canal oficial da companhia, a gravação segue o mesmo tipo de enquadramento utilizado por Marina e conta com a mesma música como trilha sonora, enquanto mostra as vantagens de trabalhar no local. “Almoçamos nas mesas [do escritório] porque não há restaurantes por perto, mas temos uma piscina na cobertura e uma sauna”, escreve a companhia.

Após 'demissão dançante', empresa postou vídeo no qual funcionários dançam para dizer que companhia 'está contratando' (Foto: Reprodução/YouTube/NMAWorldEdition)
Após ‘demissão dançante’, empresa postou vídeo no qual funcionários dançam para dizer que companhia ‘está contratando’ (Foto: Reprodução/YouTube/NMAWorldEdition)

Em determinados pontos do vídeo, a Next Media Animation se defende das acusações da ex-empregada de que explora seus funcionários, e dá alfinetadas nas declarações de Marina. “Estamos no meio do nosso turno de 8 horas e AINDA estamos no trabalho”, afirma o vídeo.

Ao final da gravação, a empresa deseja “felicidades” à Shifrin e revela que está contratando, e exibe um endereço de e-mail para onde os currículos deverão ser enviados. Apesar da intenção de ser uma resposta “engraçada” à crítica da americana, a maioria dos usuários não gostou do vídeo, e os votos negativos são mais numerosos no YouTube.

Réplica

Mark Simon, executivo que afirma ter contratado Marina Shifrin, enviou um e-mail ao site “Gawker” defendendo a companhia da maioria das alegações feitas pela ex-funcionária. “[Marina] ganhava US$ 42 mil por ano, e trabalhava 40h por semana, cinco dias por semana. Não há obrigação de hora extra por nossa parte, você termina seu turno e vai embora”, escreveu Mark,

Além disso, Simon disse que ficou chateado pelo fato de que o chefe direto de Shifrin tenha sabido de sua demissão apenas pelo vídeo e que, por mais que acredite que “ela não tivesse a intenção de magoar ninguém, foi o que aconteceu”. O executivo também fez questão de ressaltar que a companhia não possui nenhum processo trabalhista em sua história, e que “isso não é um feito sem importância em Taiwan”.

Veja a tradução da “resposta” da Next Media Animation:

“Estamos no meio de nosso turno de 8 horas e AINDA estamos no trabalho. Trabalhamos para uma companhia incrível que contrata baseado nas habilidades de dança.

Almoçamos nas mesas [do escritório] porque não há restaurantes por perto. Mas como temos uma piscina na cobertura e uma sauna, achamos que é justo.

Além disso, gostamos de vestir fantasias curiosas, e quando atiramos em nosso chefe ele se finge de morto. Então tá tudo bem.

Ah, e queremos desejar felicidades à Marina e informar a todos que estamos contratando.

Sinceramente, animadores taiwaneses.

 

Fonte: G1

Veja Também

Peixe-agulha salta da água e atravessa o pescoço de adolescente

Peixe-agulha cravado no pescoço de adolescente na Indonésia Foto: Reprodução/Facebook(Savage Paramedics) O adolescente Muhammad Idul ficou ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.