Home / Brasil / Ex-namorado de jovem morta a tiros confessa crime e diz à polícia que está arrependido, afirma delegado

Ex-namorado de jovem morta a tiros confessa crime e diz à polícia que está arrependido, afirma delegado


Adrielli foi morta com cinco tiros em São Manuel — Foto: Arquivo pessoal

O suspeito de matar a ex-namorada Adrielli Rodrigues, de 22 anos, que havia acabado de registrar um boletim de ocorrência contra ele por ameaça e agressão, em São Manuel (SP), confessou o crime e disse à polícia que estava arrependido pelo que fez, segundo informou o delegado Lourenço Talamonte Netto.

Ainda de acordo com o delegado, apesar do arrependimento, Cristiano Gomes, que não tem passagem pela polícia, atribui a culpa do crime à ex-namorada, dizendo que “ela estragou a vida dele”.

Ele foi preso na sexta-feira (15) e teve a prisão preventiva decretada. O caso foi registrado como feminicídio.

Jovem de 22 anos foi baleada quando passava de motocicleta em uma rua do centro de São Manuel  — Foto: Facebook/ reprodução

Jovem de 22 anos foi baleada quando passava de motocicleta em uma rua do centro de São Manuel — Foto: Facebook/ reprodução

A jovem foi morta com quatro tiros no peito minutos após sair da delegacia, na quinta-feira (14). Ela estava em uma moto, quando foi atingida pelos disparos na quadra 1 da Rua Francisco da Cruz Mellão.

Após ser baleada, Adrielli chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital das Clínicas de Botucatu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de quinta-feira (14). Ela foi enterrada neste sábado (16) no Cemitério Municipal sob forte comoção.

Avisou sobre perseguição

Adrielli mandou mensagem para mãe com a foto do ex-namorado em uma moto, logo atrás dela em São Manuel — Foto: WhatsApp/ Reprodução

Adrielli mandou mensagem para mãe com a foto do ex-namorado em uma moto, logo atrás dela em São Manuel — Foto: WhatsApp/ Reprodução

Segundo a mãe da jovem, Kate Cilene Roberta da Cruz, Adrielli tinha acabado de registrar um boletim de ocorrência contra o ex-namorado por agressão e ameaça.

Minutos antes do assassinato, a jovem mandou uma foto do suspeito à mãe, dizendo que agora tinha provas de que Cristiano a estava perseguindo.

“Ele arrancou um pedaço de mim. Ela era a coisa mais importante da minha vida. Mas, eu quero olhar para frente, lembrar dela como a menina maravilhosa que ela era, extrovertida, sempre feliz”, desabafa a mãe.

Veja Também

Corpos de dois dos trigêmeos que se afogaram em rio são sepultados no Paraná

Os corpos de dois dos trigêmeos de 13 anos que morreram afogados neste sábado (30) no ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.