quinta-feira , 14 novembro 2019
Home / Mato Grosso do Sul / Fazendeiro de SP leva multa de R$ 64 mil e é indiciado por maus-tratos ao abandonar gado em fazenda de MS

Fazendeiro de SP leva multa de R$ 64 mil e é indiciado por maus-tratos ao abandonar gado em fazenda de MS


Dono de fazenda foi multado em R$ 64 mil por deixar animais sem alimento — Foto: PMA/Divulgação

Um homem de 48 anos foi indiciado por maus-tratos e teve multa de R$ 64 mil por deixar os animais da fazenda dele sem alimento. O suspeito, que mora em Penápolis (SP), possui uma propriedade rural em Cassilândia, a 437 km de Campo Grande.

Segundo equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA) denúncias ressaltavam o possível abandono do gado sem pastagem. Os policiais então fizeram duas vistorias no local e identificaram o dono do local, além de constatar que a pastagem estava totalmente degradada, sendo que grande parte estava com a terra nua e sem gramínea, ficando o gado sem alimento.

Os policiais também verificaram que todos os animais estavam desnutridos, bem como alguns não conseguiam nem se levantar e outros estavam mortos. Em depoimento, um funcionário comentou que já havia enterrado 23 reses, animais que ele encontrou mortos por desnutrição.

Animais estavam todos desnutridos e em meio a pastagem degradada, segundo a PMA — Foto: PMA/Divulgação

Animais estavam todos desnutridos e em meio a pastagem degradada, segundo a PMA — Foto: PMA/Divulgação

A PMA encontrou algum feno colocado pelo proprietário, porém, a quantidade é muito inferior ao necessário e também não ocorria diariamente. Todo o restante dos animais foram apreendidos e a Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal (Iagro) foi acionada para as devidas previdências.

O crime de maus-tratos prevê pena de 6 meses a um ano de detenção.

Por Graziela Rezende, G1 MS

Veja Também

Uma visita a Estância Mimosa Ecoturismo

Foto: Elton SilvaFoto: Elton SilvaFoto: Elton SilvaFoto: Elton SilvaFoto: Elton SilvaFoto: Elton SilvaFoto: Elton SilvaFoto: ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.