Home / Curiosidades / FIFA e suas regras inusitadas para os uniformes das seleções da Copa

FIFA e suas regras inusitadas para os uniformes das seleções da Copa

 

18140804399562

 

O futebol é um dos esportes mais lucrativos do mundo, fazendo com que os produtos licenciados lançados pelas equipes sejam comprados em grande número por torcedores de todo mundo. Claro que a venda de camisas é o carro-chefe desse mercado, fazendo girar milhões de dólares ao redor do globo, em que a disputa entre as marcas é cada vez mais acirrada — as principais são Adidas e Nike.

Contudo, antes de lançar um novo uniforme de um clube ou seleção no mercado, as empresas devem seguir à risca algumas regras que a toda poderosa FIFA impõe às marcas envolvidas. Tem muita gente que acha isso não passa de uma grande frescura por parte daqueles que mandam no universo futebolístico, mas regras são regras e devem ser respeitadas — ainda mais quando o Blatter está no comando.

Para essa Copa do Mundo no Brasil, essas regras foram bem especificadas e todas as marcas envolvidas não tiveram grandes problemas em apresentar o uniforme definitivo de cada seleção no prazo estabelecido pela FIFA. Detalhe: o documento oficial da FIFA tem 92 páginas e foi publicado, em parte, pelo site Creative Review.

Ficou curioso em saber quais são essas regras? São elas:

1. Contornos nos números

18140106597542

Muitos já sabem que os números em cada camisa possui tamanho padronizado, mas a turma do Blatter foi além: agora existe um limite para o contorno nos números e deve respeitar a medida de três e cinco milímetros — nem menos, nem mais.

2. Agasalhos padronizados

18140223614544

Mesmo não fazendo parte do uniforme de jogo, os blusões oficiais — em geral usados por técnicos, membros da comissão técnica e jogadores reservas — também devem seguir uma especificação: o logo atrás do pescoço somente pode ser centralizado e nos lados do agasalho só pode ter até oito centímetros de largura.

3. Festival de cores

18140401786546

Cada seleção pode usar até quatro cores em seus uniformes — número maior do que há alguns anos —, desde que não sejam muito exóticas, brilhantes demais ou alguma cor que mude de aspecto — como um efeito em 3D.

4. Somente logos já registrados

18140440240548

As marcas envolvidas precisam registrar os logotipos oficiais que serão usados em todo material esportivo de cada seleção. Para o Mundial no Brasil, cinco grandes marcas disputam a tapa pelo maior número de vendas: Adidas, Lotto, Nike, Puma e Umbro.

5. Logotipos nos ombros das camisas

18140522782551

O logo no ombro tem um tamanho definido de oito centímetros e deve necessariamente estar centralizado. E tem mais: eles devem ser exatamente simétricos nos dois lados da camisa. Será que é frescura ou apenas organização?

6. Bonés

18140550253555

Muito usado pela comissão técnica de algumas seleções, os bonés também possuem regras de produção: o tamanho do logo deve ser de 50 cm², enquanto a bandeira no boné não pode ter mais do que 25 cm².

 

Com informações: FastCoDesign, IG, Trivela, FIFA e Megacurioso
Imagens:FastCoDesign e Nos Mínimos Detalhes

										
									

Veja Também

Burger King muda seu logo e identidade visual após 20 anos

Burger King: nova identidade visual é mais “apetitosa”, diz a empresa (Burger King/Divulgação) Depois de mais ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.