Home / Mato Grosso do Sul / Foragido por cometer feminicídio em Campo Grande estava morando e trabalhando em Bodoquena

Foragido por cometer feminicídio em Campo Grande estava morando e trabalhando em Bodoquena

Foi preso neste domingo, em Bodoquena, o pintor Fábio Braga do Amaral, de 32 anos, que estava foragido pela morte da ex-mulher Érica Aguilar Pereira, de 38 anos. O crime aconteceu no dia 11 de junho, em Campo Grande. 

Ele foi preso pelo Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil e tentava levar uma vida normal em Bodoquena, onde estava morando e trabalhando até ser capturado por força de mandado de prisão preventiva.

“Ele foi preso quando chegava em uma casa em construção, onde ele estava trabalhando”, disse ao jornal Midiamax a delegada Joilce Silveira Ramos, da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), responsável pelo inquérito.

Ele deve ser enviado para a Capital nesta segunda-feira. Na data do crime, depois de lanchar com Érica e os filhos dela, Fábio foi para a casa da vítima e, durante a madrugada, a matou por asfixia e em seguida fugiu da cidade.

Fonte: O Pantaneiro

Veja Também

Após ameaças, comércio fecha durante velório de líder de facção morto em MS

Depois que criminosos ameaçaram reagir a qualquer sinal de “desrespeito” à memória do “Veinho”, como ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.