Home / Geral / Fotógrafo mexicano retrata devastação e sofrimento na Síria

Fotógrafo mexicano retrata devastação e sofrimento na Síria

 

Algumas partes de Aleppo estão totalmente destruídas e abandonadas. Segundo Manzano, as pessoas em Aleppo e no resto da Síria se sentem abandonadas pelo mundo (Foto: Javier Manzano)

 
As imagens do fotógrafo mexicano Javier Manzano são um retrato da devastação e do sofrimento provocados pelo conflito na Síriaque já matou mais de 33 mil desde março de 2011.

Para Manzano, que começou a documentar os protestos e a repressão no país em agosto, o conflito já se transformou “em um massacre, uma carnificina”.

Muitas das fotos foram tiradas em incursões do fotógrafo com os integrantes do grupo rebelde Exército Livre da Síria em Aleppo, a segunda principal cidade do país, transformada em um campo de batalha crucial no conflito entre os rebeldes e o governo do presidente Bashar al-Assad.

São imagens de combatentes, da destruição em geral provocada pelos confrontos e dos civis que, segundo Manzano, sofrem com o fardo da guerra, não importa de que lado estejam.


Um combatente do Exército Livre da Síria reage à morte de um de seus companheiros, morto ao tentar deter um tanque do Exército sírio durante intensos combates no distrito de al-Arqoub, em Aleppo (Foto: Javier Manzano)
 

Uma menina de um ano e meio chora enquanto os médicos tentam remover os últimos pedaços de metal e material de construção de seu corpo. Um morteiro caiu dentro de sua casa (Foto: Javier Manzano)
 
Da BBC

Veja Também

MPT faz acordo com fazendeiros que submeteram indígenas a trabalho escravo

Representantes legais da propriedade rural de onde três jovens indígenas foram resgatados, no dia 19 ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.