quinta-feira , 5 dezembro 2019
Home / Mundo / Homem atira em bebê de 10 meses depois de ter sido rejeitado pela mãe em uma festa

Homem atira em bebê de 10 meses depois de ter sido rejeitado pela mãe em uma festa


Deziree Menagh e a filha que foi atingida por uma bala na cabeça por um homem que havia sido rejeitado — Foto: Reprodução/Facebook
Um homem de 23 anos deu um tiro na cabeça de um bebê de 10 meses depois que a mãe da criança o rejeitou, no domingo (23) de madrugada, na cidade de Fresno, na Califórnia, nos Estados Unidos.

A criança está hospitalizada.

O crime aconteceu em uma festa em uma residência. De acordo com a polícia da cidade, o acusado, Marcos Antonio Echartea, era, na prática, um desconhecido da vítima, Deziree Menagh, 18, –eles haviam se conhecido há uma semana, e não haviam interagido desde então.

Em um momento da festa, Menagh saiu da casa e foi para o jardim, onde outras pessoas estavam. Ela relatou que Echartea a havia agarrado pela mão, e que ela se sentiu desconfortável.

O homem continuou a ir atrás dela e também foi para o lado de fora da residência. Ele se sentou em uma varanda e tentou puxá-la à força para que ela caísse no seu colo.

Ela, mais uma vez, se afastou e, dessa vez, resolveu ir embora.

Por volta de 4h de domingo (23), a mãe foi pegar a filha recém-nascida e saiu da casa com um amigo. Eles entraram em um carro e começaram a partir, mas, por algum motivo que ainda não é claro, pararam o carro depois de uma quadra.

Uma das hipóteses é que os dois esperavam que Echartea fosse embora, para que Menagh, que mora perto, pudesse voltar para casa em segurança.

Mas ele se aproximou rapidamente do carro. Assim que Echartea os alcançou, puxou uma arma e começou a atirar. Uma das balas atravessou o vidro e atingiu a criança na cabeça.

O amigo da mãe chamou a polícia e acelerou para o hospital. Lá, a criança passou por uma cirurgia para tirar os fragmentos da cabeça.

O pai, que não estava na festa, os encontrou lá.

Echartea, depois de atirar, voltou para a festa. Os policiais o encontraram lá e o prenderam por três tentativas de homicídio.

Fonte: G1

Veja Também

Colisão entre helicópteros mata 13 militares franceses no Mali

O presidente francês presta homenagem a militares mortos em acidente no Mali na segunda-feira (25). ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.