Home / Mato Grosso do Sul / Indústrias europeias e dos Estados Unidos devem se instalar em MS

Indústrias europeias e dos Estados Unidos devem se instalar em MS

 

Foto: Divulgação Entre as empresas, uma indústria italiana deve adquirir celulose de fábricas de Três Lagoas
Foto: Divulgação
Entre as empresas, uma indústria italiana deve adquirir celulose de fábricas de Três Lagoas

Na corrida por atrair e garantir novas indústrias para Mato Grosso do Sul antes da reforma tributária, o Governo do Estado iniciou série de negociações com empresários. Na semana passada, a secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção e Turismo, Tereza Cristina Corrêa, participou de audiências em São Paulo para negociar a vinda de pelo menos sete fábricas de diferentes setores. De acordo com a secretária, as empresas são multinacionais e as negociações são fruto da visita técnica feita a Itália e China, no mês de abril. Representantes da Itália, Espanha, Portugal e Estados Unidos participaram dos encontros.
“É a primeira reunião, mas estamos muito esperançosos de que virão para cá. São indústrias de fora do país e têm algumas dificuldades para se adequar a nossa legislação. ”, explica Tereza.

A secretária disse que ainda não existem dados sobre valor de investimento e instalação das unidades no Estado, mas adiantou que são duas indústrias de cosméticos, uma cervejaria, uma fábrica de embalagens e uma de papel voltado para a produtos de higiene.
Na área próxima ao rio Paraguai, a negociação é para uma fábrica de transformação de milho e soja. A instalação é estratégica para o Estado, pois permitiria a transformação dos grãos colhidos e a exportação dos produtos já industrializados, minimizando os problemas de escoamento e estocagem, além de gerar ICMS.

A mesma empresa italiana que estuda a instalação da fábrica de papel está fechando negócio para a compra de 100 mil toneladas de celulose das unidades da Eldorado e Fibria, em Três Lagoas. “Houve interesse de todas as partes, mas é uma compra muito grande, serão três navios, então, ainda estão vendo questões de logística, preço e estoque”, explica Tereza.

 

Fonte: Correio do Estado

Veja Também

Pai e filha morreram em colisão frontal entre carro e bitrem na BR-262

Foram identificados como Sansão Costa de Jesus, de 46 anos, e Aliny Oliveira de Jesus, ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.