sexta-feira , 15 novembro 2019
Home / Tecnologia / Ciência / iPhone 11 Pro Max está caro? Descubra quanto a Apple gasta para produzi-lo

iPhone 11 Pro Max está caro? Descubra quanto a Apple gasta para produzi-lo

source

Olhar Digital

iphone arrow-options
Divulgação/Apple

Descubra quanto o iPhone 11 Pro Max custa para a Apple


Ninguém discute que um iPhone custa caro , e não é só aqui no Brasil. Um aparelho como o iPhone 11 Pro Max de 512 GB custa US$ 1.450 nos Estados Unidos e até mesmo lá gera reclamações de que o custo é excessivo. Mas quanto disso é custo de produção do aparelho e quanto é a Apple apenas tentando tirar a maior margem de lucro possível?

Uma análise do TechInsights em parceria com a NBC News tem uma estimativa obtida pela desmontagem de iPhones e observação da cadeia de fornecedores da Apple . Primeiramente, um dos itens que mais pesa no preço do iPhone 11 Pro Max é a tela de 6,5 polegadas, que custa, sozinha US$ 66,50.

Leia também: O iPhone 11 vale a pena? Confira os detalhes dos lançamentos da Apple

A Apple também aumentou consideravelmente a bateria do iPhone 11 Pro Max em comparação com o XS Max do ano passado. Com o componente agora em formato de “L” e maior capacidade, o custo para Apple fica estimado em US$ 10,50.

Na sequência, chegamos ao módulo de câmera do aparelho, que conta com três lentes, responsável por colocar o iPhone entre os melhores aparelhos para fotografar . O componente também pesa bastante no preço do aparelho, com custo estimado de US$ 73,50 por peça.

câmera iPhone arrow-options
Divulgação/Apple

O conjunto de três lentes influencia bastante no preço final do iPhone


Esses três itens são as maiores peças do novo iPhone 11 Pro Max , mas ainda há uma série de outras componentes menores. Processador, modem, memórias e placa-mãe para conectar tudo isso somam um custo estimado de US$ 159. Além disso, ainda mais uma série de outros sensores, fios e outras partes necessárias para fazer com que tudo fique no lugar e funcione adequadamente que geram um custo estimado de US$ 181 para Apple.

Assim, ao final, os componentes para montar um iPhone 11 Pro Max custam para a Apple aproximadamente US$ 490,50, o que é basicamente um terço do preço final do produto no mercado.

Leia também: Linha iPhone 11 chega ao Brasil com preços menores que no ano passado; confira

No entanto, vale a pena observar que esse valor é exclusivamente das peças. Uma companhia do tamanho da Apple tem outros custos que acabam entrando direta ou indiretamente no preço final do aparelho . É necessário pagar as pessoas que montam os celulares, assim como quem projeta o hardware e o software , e o trabalho de pesquisa e desenvolvimento do aparelho não sai barato. O trabalho de marketing também tem seu preço, assim como o de distribuição, então há uma série de outros valores embutidos nesses US$ 1.450 que não podem ser estimados sem olhar diretamente as planilhas de custos da Apple .

Também é interessante notar que Tim Cook, CEO da Apple , já afirmou que essas estimativas de custos do iPhone feitos por analistas externos normalmente estão erradas. Ele, no entanto, jamais revelaria mesmo se alguém acertasse o preço até a casa dos centavos por uma questão estratégica, então é bom ter alguma desconfiança de todos os lados.

Veja Também

WhatsApp processa empresa criadora de ferramentas hacker

O WhatsApp está processando a NSO Group, empresa israelense que desenvolve ferramentas hacker para invasões de sistemas, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.