Home / Campo Grande / Jordaniano é encontrado com chave de fenda cravada ao peito em hotel de Campo Grande

Jordaniano é encontrado com chave de fenda cravada ao peito em hotel de Campo Grande


Ele que foi encontrado por funcionários do hotel (Foto: Leonardo de França)

Um homem de 64 anos, natural da Jordânia, foi encontrado com uma chave de fenda cravada ao peito em um hotel na Avenida Gury Marques, proximidades da rodoviária em Campo Grande, na noite desta quarta-feira (22). Ele foi encontrado por funcionários do hotel e levado em estado grave pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), à Santa Casa.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez um curativo. O jordaniano foi encaminhado consciente e desorientado, porém em estado grave, para atendimento por uma viatura do Samu, com médico. A chave de fenda cravada ao centro do tórax, será removida no hospital. Segundo o Corpo de Bombeiros, não havia hemorragia externa, porém há grande possibilidade de sangramento interno.

O quarto de hotel em que estava, de acordo com a polícia não havia sinais de luta corporal, arrombamento, drogas ilícitas ou bebidas.

De acordo com a administração do hotel, o jordaniano esteve no hotel há 40 dias. Atualmente ele estava hospedado há duas semanas. Ainda segundo informações, ele tem dois filhos em Campo Grande, porém teria desavenças com a mãe das crianças. O hotel não soube informar onde o homem de 64 anos estaria com morando.

Segundo a polícia, o jordaniano possui ocorrências psiquiátricas no Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) em Mato Grosso do Sul. Aparentemente, trata-se de tentativa de suicídio, porém o caso é investigado pela polícia. 

Ainda segundo o hotel, o homem havia deixado telefones escritos em pedaços de papéis na recepção e chegou a comentar que viajaria à Arábia Saudita. Um boletim de ocorrência será registrado na Polícia Civil.

Por: Diego Alves e Dayene Paz / Midiamax

Veja Também

Caminhão passa por cima de cabeça de motociclista na Gury Marques

Foi tentada reanimação, mas motociclista não resistiu (Marcos Ermínio, Midiamax) Uma motociclista de 41 anos, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.