terça-feira , 22 setembro 2020
Home / Mato Grosso do Sul / Justiça condena supermercado de MS a pagar indenização de R$ 15 mil a funcionária que foi revistada por segurança

Justiça condena supermercado de MS a pagar indenização de R$ 15 mil a funcionária que foi revistada por segurança

A Justiça de Mato Grosso do Sul, da 3ª Câmara Cível negou recurso e condenou um supermercado de Campo Grande a indenizar uma funcionária no valor de R$ 15 mil, por danos morais. A mulher alegou ter sido constrangida e humilhada por um segurança da empresa.

Na apelação, o supermercado pediu mudança na sentença e negou que o ato tenha ocorrido.

Consta no processo, que em 21 de abril de 2015, a funcionária fez compras no supermercado no fim do expediente, e que ao tentar sair do local foi revistada pelo segurança de maneira ríspida. O homem verificou a bolsa dela e exigiu a nota fiscal, que foi apresentada pela mulher. A abordagem teria sido feita em frente a clientes.

O relator do processo, Desembargador, Claudionor Miguel Abss Duarte, considerou: “justa a sentença de primeiro grau e ponderou, em seu voto, que a autora foi exposta a situação constrangedora, havendo sim ato ilícito por parte da empresa, pois a atitude não foi discreta e não houve justificativa comprovada para tal constrangimento, o que gera ofensa moral, merecendo a vítima ser compensada monetariamente”.

Por G1 MS

Veja Também

Chuva e força-tarefa ajudam a reduzir focos de incêndio no Pantanal, segundo governo; situação ainda é de alerta

Bombeiros e brigadistas combatem fogo no Pantanal de MS — Foto: Chico Ribeiro/ Governo de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.