Home / Mato Grosso do Sul / Litro da gasolina na fronteira com MS está quase R$ 2 mais barato

Litro da gasolina na fronteira com MS está quase R$ 2 mais barato

Em alguns postos, a diferença no litro do combustível passa de R$ 1,00
Guilherme Papait

As recentes e constantes altas da gasolina no Brasil e preços mais acessíveis em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, estão fazendo moradores de Ponta Porã e até de cidades mais distantes, como Dourados, romperem as fronteiras para encher o tanque.

Em uma rápida cotação do preço do litro da gasolina, o professor Carlos Siqueira Antunes, que reside em Ponta Porã, não teve dúvidas e aproveitou para abastecer os dois carros da família. Nesta quinta-feira (4), enquanto do lado brasileiro a gasolina custava R$ 6,79, ele encontrou, no Paraguai, o combustível pelo valor de R$ 5,29 o litro.

“Essa é uma situação que chega a ser inusitada. Basta atravessar a rua ou andar mais algumas quadras e a economia já está garantida”, explicou o professor. Ele afirmou ainda que é muito raro abastecer no Brasil. “Já faço isso há muito tempo e não tenho do que reclamar”.

Residente em Dourados, o aposentado Elias Aquino Garcia ficou sabendo por um amigo que mora em Ponta Porã da diferença de quase dois reais em um litro de gasolina. “Já estava mesmo precisando comprar umas coisinhas e aproveitei para conferir os preços. Apesar do dólar alto, mesmo assim compensou”, contou Garcia.

“Fiquei sabendo que nos postos lá dentro de Pedro Juan, depois da Linha Internacional, tem gente que está comercializando a gasolina até mais barato que aqueles que estão localizados na entrada da cidade”, aconselha o aposentado, que já telefonou para a filha que mora em Laguna Carapã pedindo para ir abastecer na cidade paraguaia.

Marcos Morandi

Por MídiaMax

Veja Também

Por queda no consumo, 267,4 mil contas de energia receberam desconto neste mês

Foto: Arquivo/Marcos Maluf Programa criado pelo Governo Federal para incentivar a redução no consumo de ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.