Home / Mato Grosso do Sul / MS recebeu 14 pacientes transferidos de Rondônia, inclusive, secretário de Saúde

MS recebeu 14 pacientes transferidos de Rondônia, inclusive, secretário de Saúde

Paciente que foi transferida de Rondônia é levada para hospital em Três Lagoas (Foto/Divulgação)
CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

A rede pública de saúde em Mato Grosso do Sul recebeu 14 pacientes transferidos de hospitais de Rondônia. Deste total, 3 já tiveram alta hospitalar e retornaram para os municípios de origem e 3 morreram por complicações da covid-19, durante internação no Estado.

Entre os três que tiveram alta está o secretário de Saúde de Rolim (RO), Roberto Hidequi Fuji que ficou internado por duas semanas no Hospital Regional de Campo Grande.

Com 57 anos de idade, Roberto foi transferido para atendimento no HRMS no início de fevereiro depois de apresentar dificuldades para respirar por causa da Covid-19, na segunda infecção pela doença. Ele tem hipertensão e diabetes e conseguiu uma vaga de UTI em Campo Grande. Esta semana, gravou vídeo agradecendo à equipe médica e o tratamento recebido.

““Passei duas semanas em Campo Grande: a primeira semana na UTI; a segunda já no leito de enfermeira. Não precisei ser intubado. Sempre de forma muito bem atendida pelos profissionais”, disse.

O governo de MS abriu leitos do SUS para transferência de pacientes de Rondônia em janeiro. No dia 29 daquele mês, a primeira pessoa a ser levada para o HR foi idoso de 61 anos, que estava em unidade hospitalar de Porto Velho.

Dos 14 transferidos, 3 receberam alta, 3 morreram e 6 ainda seguem internados no Hospital Regional. Uma paciente de 62 anos chegou a ser internada no hospital em Campo Grande, mas foi transferida para a cidade de Toledo (PR) a pedido da família. Outra de 67 anos segue internada no Hospital Auxiliadora de Três Lagoas.

Por Silvia Frias – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Veja Também

Adolescente que foi morto ao tentar assaltar PM tinha 40 passagens pela polícia

Suspeito que aparece em câmeras de segurança no dia em que a motocicleta foi furtada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.