quarta-feira , 21 agosto 2019
Home / Mato Grosso do Sul / Município responsável por quase 10% da produção de soja de MS vai receber fórum nacional sobre próxima safra da cultura

Município responsável por quase 10% da produção de soja de MS vai receber fórum nacional sobre próxima safra da cultura


Fórum Soja Brasil, em Maracaju, no sudoeste de MS, nesta sexta-feira (26) vai discutir perspectivas para próxima safra da oleaginosa — Foto: Anderson Viegas/G1 MS
Na safra 2018/2019, o município de Maracaju, no sudoeste de Mato Grosso do Sul, colheu 817,732 mil toneladas de soja. Se manteve como principal produtor estadual, com uma fatia de 9,29% da produção sul-mato-grossense, que atingiu as 8,800 milhões de toneladas, segundo dados do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA).

Com esse volume de produção, o município, que seria o 14º maior produtor mundial, com base nos últimos dados divulgados pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), vai receber nesta sexta-feira (26), um evento nacional que vai debater as perspectivas para a próxima safra, o mercado e a novas roas de exportação.

O primeiro Fórum Soja Brasil da safra 2019/2020 será realizado das 17h30 às 21h, no Sindicato Rural de Maracaju.

Um dos temas mais aguardados pelo público é justamente as perspectivas para esta nova temporada, que já chega com desafios para a comercialização, devido os preços mais baixos pagos pelo grão e a perspectiva de custos elevados.

Para abordar o tema ” Mercado e perspectivas para a safra”, o convidado é o analista Paulo Molinari, da consultoria Safras & Mercado. Entre os assuntos, o especialista irá abordar qual a tendência dos preços dos grãos e como o produtor deve se posicionar para aproveitar as oportunidades.

Para o painel técnico, o convidado é o pesquisador da Embrapa, José de Barros França Neto, que fará um debate sobre a importância da qualidade das sementes.

O evento ainda pretende discutir um tema de interesse geral: uma nova rota de exportação de grãos do Brasil. O assunto que já está na pauta do estado de Mato Grosso do Sul há algum tempo, trata da possibilidade de os grãos colhidos aqui terem acesso a portos no oceano pacífico, facilitando assim o escoamento para países de grande interesse, como a China. Foram convidados para abordar a questão o presidente da Associação dos Produtores de Soja do estado (Aprosoja/MS), Juliano Schmaedecke e também o secretário estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar, Jaime Verruk.

Por G1 MS

Veja Também

Em MS, bombeiros registram quase três vezes mais incêndios em agosto

Incêndio próximo a Nova Alvorada do Sul — Foto: Rodrigo Rodrigues/Nova Alvorada News Estatística divulgada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.