Home / Campo Grande / Novo drive-thru é aberto com capacidade para 500 exames de covid por dia

Novo drive-thru é aberto com capacidade para 500 exames de covid por dia

Profissionais organizam os testes no drive montado na Fiems, Campo Grande (Foto: Jhefferson Gamarra) – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Com expectativa de realizar 10 mil testes em 20 dias, o sistema Fiems (Federação das Indústrias do Estado de MS) abriu drive-thru em Campo Grande para atender a demanda de exames de covid-19. Mesmo sendo oferecido pouco mais de um ano após decreto emergencial, a iniciativa surge diante dos altos índices de infecção e morte pela doença.

O drive-thru foi aberto na garagem da Fiems, na Rua Engenheiro Roberto Mange, no bairro Amambai. A enfermeira Nathalia Soares, do serviço de segurança do trabalho diz que podem ser feitos até 500 testes por dia, o RT-PCR (teste ouro), feito para detectar a doença na sua fase ativa. Por isso, o recomendado é fazerem até 7 dias após surgimento de sintomas. O resultado é enviado por WhatsApp até duas horas depois.

Atendimento começou por volta das 8h (Foto: Jhefferson Gamarra)
Segundo Nathalia, a intenção é reforçar o serviço de exames feitos na rede pública de saúde. “O objetivo é detectar pessoas assintomáticas, porque os números continuaram aumentando”, disse. Hoje, em Campo Grande, são 95.962 casos da doença e 2.516 mortes, segundo boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

O cadastramento pode ser feito pelo site fiems.com.br

Hoje, o primeiro dia da ação, a procura ainda era tímida. A advogada Silvia Motta, 49 anos, foi até o drive da Fiems para testagem depois de perceber que estava com sintomas compatíveis com a doença. Até agora, no núcleo familiar, apenas uma pessoa pegou a doença, foi isolada e se recuperou, sem necessidade de internação. Silvia só questionou o “timing” da ação.

“Acho que o teste é eficaz, mas essa ação deveria sido feita antes, em conjunto com o poder público”, disse, lembrando que houve época que a grande demanda gerou procura na rede privada e muita gente desembolsou cerca de R$ 200 para ter acesso ao exame.

A aposentada Denise Sakai, 56 anos, levou o filho para o teste. O rapaz estava no banco do carona, deitado, com sintomas de gripe e febre. Ela também resolveu fazer o teste por estar com sintomas semelhantes, mas sem febre.

Quem também levou a filha foi o comerciante José Ailton, 49 anos, que viu a iniciativa. “Melhor coisa é fazer a prevenção correta”, diz.

Procura – O governo federal decretou emergência por covid-19 no dia 4 de fevereiro de 2020, sendo seguido pelos Estados e municípios. Inicialmente, a demanda por testes aumentou exponencialmente e os entes públicos iniciaram a investigação, de forma irregular, da doença.

Em Campo Grande, foram instalados drive-thrus no Corpo de Bombeiros e no Parque Ayrton Senna e posto na escola estadual Lúcia Martins Coelho para detecção de exames.

Depois, por conta da baixa demanda, no dia 19 de fevereiro de 2020, os postos na Capital foram desativados e as demandas enviadas para unidade de saúde da Capital. Por dia, podem ser feitos até 750 testes. A reportagem buscou informações sobre qual a procura diária e aguarda atualização.

Levantamento realizado pela SES em janeiro deste ano apontou que das 22.174 vagas disponíveis para RT-PCR, 10.733 não foram utilizadas por falta de demanda para a realização dos exames. O índice correspondendo a 71,3% das vagas ofertadas pelo sistema pelo Estado.

Agendamentos para exames pelo sistema público de saúde podem ser feitos pelo Disk Coronavírus 0800 647 0911 ou 2020-2170 do município.

Para o drive-thru da Fiems, o agendamento é via cadastro, pelo site  fiems.com.br

Por Silvia Frias e Jhefferson Gamarra – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Veja Também

Confira a escala médica de plantão nas Upas e Crss em Campo Grande

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, divulgou na manhã deste sábado (12), a lista de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.