quinta-feira , 5 dezembro 2019
Home / Campo Grande / Ofensiva contra “gatos” tem exército de eletricista e Batalhão de Choque

Ofensiva contra “gatos” tem exército de eletricista e Batalhão de Choque


Equipes da Energisa (ao fundo) e Batalhão de Choque no bairro Jardim Centro-Oeste. (Foto: Henrique Kawaminami)
Uma ofensiva contra “gatos”, ligações irregulares de energia elétrica, é realizada na manhã desta quinta-feira (dia 11) no bairro Jardim Centro-Oeste, região do Jardim Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, onde há invasão em terrenos da massa falida da construtora Homex.

A ação envolve 120 pessoas, com um exército de eletricistas, 70 veículos da Energisa e equipes da PM (Polícia Militar) e do Batalhão de Choque. Na rua Jardim Bonito, por exemplo, são três equipes de eletricistas em apenas duas quadras.

Entre os moradores, um grupo de mulheres pediu o adiamento o corte de energia e, diante da negativa, pediu que os fios, pagos por eles, não fossem levados. Do grupo, ninguém quis dar entrevista.

De acordo com o gerente comercial da Energisa, Ercílio Diniz Flores, são cerca de 80 pontos de ligação clandestina e o problema se arrasta por mais de dois anos. “Não é uma ação de combate ao furto de energia, mas para preservar a vida. Temos vários princípios de incêndio nessa região. A cada quinze dias, queima de três a quatro transformadores”.

No mês de abril, o Campo Grande News mostrou a grande preocupação dos moradores, da ala dos que não se vale da gambiarra, com o número de ligações irregulares. A situação comprometia a segurança, com sobrecarga na rede, danos em equipamentos, risco de choques elétricos e curto circuitos. 


Eletricista durante trabalho de combate a ligações irregulares de energia. (Foto: Henrique Kawaminami)

Por: Aline dos Santos e Mirian Machado / Campo Grande News

Veja Também

Dois acidentes em menos de 30 minutos tumultuam trânsito na Ernesto Geisel

Segundo acidente aconteceu poucos minutos depois da primeira colisão (Foto: Henrique Kawaminami) Em menos de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.