sábado , 28 novembro 2020
Home / Mato Grosso do Sul / Operação apreende mais de 5 mil litros de defensivos agrícolas em MS

Operação apreende mais de 5 mil litros de defensivos agrícolas em MS

5.236 litros de defensivos agricolas foram apreendidos na operação conjunta. Foto: (Divulgação/ Ministério da Agricultura)
CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

As operações Hórus e Ronda Agro, foram realizadas simultaneamente no Mato Grosso do Sul esta semana e resultaram na apreensão de 5.236 litros e 1.599,80 quilos de defensivos irregulares, 62 unidades de embalagens vazias de produtos sem registro no Brasil. A ação foi realizada pelos Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Justiça e Segurança Pública (MJ)

O objetivo da ação foi coibir o comércio e o uso de defensivos agrícolas irregulares com princípios ativos proibidos no Brasil e produtos contrabandeados dos países vizinhos. Os municípios não foram citados pelo órgão, mas houve a fiscalização de 258 veículos e 112 propriedades rurais.

Segundo o Superintendência Federal de Agricultura do MS, Celso Martins, foi registrado um aumento das apreensões de agrotóxicos irregulares no estado nos últimos anos. Nessa operação foram lavrados 13 e 32 autos de infração respectivamente, totalizando 45 autuações realizadas. Ao todo 823,95 quilos de produtos apreendidos nessa operação serão destinados para destruição.

 A operação conjunta contou com oito equipes de fiscalização, compostas por auditores fiscais federais agropecuários do Mapa de vários estados brasileiros, fiscais da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Polícia Militar (DOF, PRE e Batalhão de Choque), Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública e auditores que atuam na Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro).

Por Laiane Paixão – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Veja Também

PCC sequestra 6 e reinicia guerra pelo controle do tráfico na fronteira com Paraguai em MS

(Arquivo) A guerra pelo controle do tráfico de drogas e armas iniciou uma ofensiva na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.