Home / Campo Grande / Pista de pouso noturna começa a funcionar a partir desta quinta-feira em Campo Grande

Pista de pouso noturna começa a funcionar a partir desta quinta-feira em Campo Grande

O Aeródromo Santa Maria, localizado na saída para a cidade de Três Lagoas, começa a operar a partir desta quinta-feira (5), no período noturno. A pista de pouso, decolagem e taxiamento vai auxiliar o Aeroporto Internacional de Campo Grande, mas será usada apenas em casos de emergência. 

A obra, idealizada para suprir a demanda de pousos durante à noite da capital sul-mato-grossense, passou por processo de instalação de equipamentos de iluminação artificial que prometem aumentar o fluxo de voos durante o período. 

Ao todo a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) investiram R$ 2,5 milhões na nova infraestrutura do aeródromo. 

De acordo com o representante da pasta, Renato Marcílio, o obra promove mais visibilidade à cidade e à Capital. 

“Essa obra proporciona melhores condições para quem usa o aeródromo, além de permitir mais uma opção de pousos noturnos em Campo Grande, trazendo também desenvolvimento à nossa Capital”, pontua. 

O superintendente Viário da Seinfra, Derick Machado, responsável pelas operações dos Aeroportos do Estado explica que, após o pôr do sol na aviação, que ocorre geralmente após às 17h30, os pilotos precisam de iluminação artificial para conseguirem fazer um pouso seguro. 

“Qualquer pista precisa ter luz artificial balizando a aeronave, O Santa Maria é um aeródromo estratégico para Campo Grande e a iluminação traz mais flexibilidade para a aviação local”, destacou. 

Para operar durante a noite, além da autorização da Agência Nacional de Aviação (ANAC), o aeródromo também precisou do aval do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

O Aeródromo Santa Maria, além de iluminação noturna, passou por alargamento das faixas de pouso. Antes, a medida correspondia a 1.100 x 23 metros, agora mede 1.500 x 30 metros. 

Para Derick Machado, a mudança coloca a pista Santa Maria numa posição de destaque na aviação do Estado.

“Além de operar em condições noturnas, a obra agora permite que aeronaves como jatos executivos de maior envergadura possam escolher o Santa Maria para suas operações, dando assim uma opção mais segura aos usuários”, finaliza.

NATÁLIA OLLIVER

Por Correio do Estado

Veja Também

Início da temporada de ‘fogos em terrenos’ acende alerta e responsável pode receber multa de R$ 10 mil

Henrique arakaki Somente no ano passado, Campo Grande registrou mais de 1 mil incêndios em ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.