Home / Campo Grande / Polícia prende em flagrante 4 suspeitos do ‘golpe das panelas’ e vai até hotel de MS recolher mercadorias

Polícia prende em flagrante 4 suspeitos do ‘golpe das panelas’ e vai até hotel de MS recolher mercadorias


Polícia apreendeu mercadoria dos golpistas em hotel de MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A polícia prendeu, em flagrante, quatro suspeitos de praticarem o golpe das panelas, no pátio de supermercados, em Campo Grande. Eles foram reconhecidos por vítimas na delegacia no final de semana, não pagaram a fiança arbitrada em 10 salários mínimos e devem passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (18).

“Parece que se trata do mesmo grupo que praticou o golpe aqui no ano de 2018, já que o sobrenome de um deles é o mesmo. Nós temos ao menos cinco vítimas que estiveram na Depac [Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário] Centro e parte delas reconheceu os golpistas. Só que em outras delegacia acreditamos que também há registros. No entanto, o caso agora será investigado pelo 1° Delegacia de Polícia”, afirmou ao G1 o delegado Antonio Souza Ribas Jr.

Segundo o delegado, a Polícia Militar (PM) abordou o casal, ambos de 21 anos, na avenida Calógeras. Em seguida, descobriram que o restante do grupo estava hospedado em um hotel, na saída para São Paulo. Ao chegar lá, um mulher de 36 anos e mais um homem de 33 também foram presos, além de apreenderem 94 caixas de panela, 27 malas de faqueiro, 60 facas avulsas, celulares e as máquinas de cartão do grupo.

Grupo foi preso em flagrante em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Grupo foi preso em flagrante em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“Eles estavam na cidade há cerca de duas semanas e as vítimas que identificamos pagaram cerca de R$ 1,5 mil, divididos em parcelas, pelas panelas. Só que a investigação já apurou que tiveram pessoas que gastaram de R$ 5 mil a R$ 6 mil com eles, porém, elas ainda não estiveram na delegacia para registrar ocorrência. O grupo, que se diz cigano, tem gente de diversos lugares do Brasil, como São Paulo, Curitiba, Rio Preto e Goiânia”, explicou Ribas.

De acordo com a polícia, eles vão responder por associação criminosa e estelionato. A polícia também pede para que, quem adquiriu os produtos, vá até a delegacia para registrar a ocorrência e fazer o reconhecimento fotográfico do grupo. O telefone para contato, na Depac Centro, é (67) 3312-2700 ou 3312-5745.

Delegado diz que vítimas devem ir até a delegacia para fazer reconhecimento — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Delegado diz que vítimas devem ir até a delegacia para fazer reconhecimento — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Por Graziela Rezende, G1 MSPor Graziela Rezende, G1 MS

Veja Também

Pista de pouso noturna começa a funcionar a partir desta quinta-feira em Campo Grande

O Aeródromo Santa Maria, localizado na saída para a cidade de Três Lagoas, começa a ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.