Home / Mundo / Pressionada, Áñez diz que convocará novas eleições na Bolívia nas próximas horas

Pressionada, Áñez diz que convocará novas eleições na Bolívia nas próximas horas


Presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, durante cerimônia oficial Foto: STRINGER / REUTERS

A segunda vice-presidente do Senado boliviano, Jeanine Áñez , que assumiu a Presidência interina após a renúncia de Evo Morales , afirmou que poderá convocar novas eleições presidenciais nas próximas horas. Caso a Assembleia Legislativa não aprove o projeto de lei enviado pelo governo com este objetivo, a presidente interina disse que poderá convocar o pleito por meio de um decreto.

— Se Deus me permitir, hoje pela manhã vamos lançar a convocação para novas eleições como todo o país está demandando. Vamos fazer isso de maneira responsável, em conjunto com as organizações internacionais e com todos aqueles que querem enriquecer este projeto — disse a presidente interina.

Horas depois, a Organização dos Estados Americanos (OEA), que apontou irregularidades na apuração dos votos,  anunciou que a maioria dos 35 países que compõem o organismo aprovou uma resolução para pedir que a Bolívia convoque novas eleições “urgentemente”. O texto foi aprovado com 26 votos a favor; México, Nicarágua e São Vicente e Granadinas, contra; quatro abstenções; e uma ausência.

Áñez refere-se a um projeto de lei apresentado nesta quarta-feira à Assembleia Legislativa Plurinacional (ALP), Congresso do país, e enviado pela presidente do Senado, Eva Copa, para a Comissão de Constituição, Direitos Humanos, Legislação e Sistema Eleitoral, iniciando seu trâmite. Segundo a presidente interina, o projeto “poderá ser corrigido, acordado e enriquecido por todos os setores comprometidos com a lógica de pacificar o país e eleger seus governantes”.

O Globo e agências internacionais

Veja Também

Embaixador do México em Buenos Aires tenta furtar um livro e é convocado a voltar para seu país

Imagem da fachada da livraria El Ateneo, em Buenos Aires; o embaixador do México foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.