Home / Mundo / Queda de ponte na França foi provocada por caminhão com excesso de peso

Queda de ponte na França foi provocada por caminhão com excesso de peso


Ponte que desabou nesta segunda-feira (18) ligava Mirepoix-sur-Tarn a Bessières, perto de Toulouse, no sudoeste da França. — Foto: Olivier Le Corre via AP

O colapso de uma ponte em Mirepoix-sur-Tarn, cidade no sul da França, que deixou dois mortos na segunda-feira (18), foi causado por um caminhão que pesava o dobro do que a estrutura poderia suportar, informou o prefeito da cidade nesta terça (19).

“Avaliamos amplamente [o peso] em mais de 40 toneladas. Era um caminhão de dimensões excepcionais, a ponte quebrou”, afirmou Eric Oget, prefeito de Mirepoix-sur-Tarn, cidade de cerca de mil habitantes localizada a meia hora de Toulouse.

Ponte desaba no sudoeste da França — Foto: G1

Ponte desaba no sudoeste da França — Foto: G1

A estrutura metálica, construída em 1931, atravessava o rio Tarn e ligava Mirepoix-sur-Tarn e Bessière. A ponte suportava uma carga máxima de 19 toneladas, e, na entrada, havia uma placa que proibia explicitamente a passagem para veículos que ultrapassassem esse peso.

“Uma das hipóteses é que o caminhão que entrou na ponte tinha um peso maior que o permitido”, disse a secretária de Estado para a Transição Ecológica, Emmanuelle Wargon.

Uma adolescente de 15 anos, moradora de Mirepoix-sur-Tarn, morreu na tragédia quando o veículo que sua mãe estava dirigindo caiu na água, junto com o caminhão. Sua mãe foi resgatada por testemunhas do acidente.

O corpo do motorista do caminhão foi encontrado horas depois, ainda preso na cabine do veículo.

Por: France Presse / G1

Veja Também

Colisão entre helicópteros mata 13 militares franceses no Mali

O presidente francês presta homenagem a militares mortos em acidente no Mali na segunda-feira (25). ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.