Home / Campo Grande / Sem salários, funcionários de empresa de ônibus decidem paralisar atividades

Sem salários, funcionários de empresa de ônibus decidem paralisar atividades


Trabalhadores paralisaram as atividades desde as 5h desta segunda-feira (Foto: Direto das Ruas)

Com salários e vale-alimentação atrasados, funcionários da Viação São Luiz, empresa de transporte rodoviário, paralisaram as atividades desde as 5h desta segunda-feira (2), em Campo Grande. O problema foi repassado à reportagem por trabalhadores que pediram para não ter os nomes divulgados. Eles informam que a negociação começou no mês passado. A empresa prometeu pagar no último sábado (30), mas não cumpriu. 

Os salários de funcionários da Capital estão atrasados há 4 meses, enquanto o vale-alimentação não é pago há 11 meses. O benefício é de R$ 540 para motoristas. “Estamos em negociação desde o mês passado. A empresa prometeu pagar no dia 30, mas não conseguiu cumprir o combinado. Hoje decidimos paralisar as atividades. Não vamos sair da garagem para trabalhar”, afirmou. 

A garagem da empresa fica na Avenida Gunter Hans, no Bairro São Jorge da Lagoa. Conforme o presidente do sindicato da categoria na Capital, Samir José da Silva, faz dias que o sindicato vem fazendo assembleia na garagem. A empresa já está negociando junto ao banco o valor que precisa para quitar o que deve aos funcionários, mas por ser um valor alto (R$ 6,5 milhões) ainda não foi liberado”, explicou.

Segundo Samir, por enquanto está tudo parado, nenhum ônibus saiu. “Os motoristas que estão em trânsito vão terminar o expediente e ir para a garagem também. Um representante da empresa já veio aqui conversar com a gente e pediu mais prazo, até sexta-feira (6), mas os trabalhadores não aceitaram. “Não dá mais. Tem gente que está com a luz, a água cortada”, lamentou. 

Foi confirmado atraso salarial para cerca de 200 trabalhadores (motoristas e trabalhadores nas áreas de manutenção, limpeza e cargas) em Mato Grosso do Sul. Samir explicou que os funcionários de Três Lagoas, estão numa situação pior, com 8 salários e 29 tickets atrasados. O Campo Grande News tentou falar com um representante da empresa São Luiz pelo telefone disponível na internet, mas não conseguiu contato. 

Por: Viviane Oliveira / Campo Grande News

Veja Também

“Estou preso há 10 anos”, gritava detento que levou choque ao tentar fugir

Detento na rede de energia elétrica, em cima do alambrado, gritava que queria sair da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.