terça-feira , 22 setembro 2020
Home / Mato Grosso do Sul / Sistema da Jucems vai trazer agilidade à consulta de cadastro e emissão de documentos

Sistema da Jucems vai trazer agilidade à consulta de cadastro e emissão de documentos

 

 

A agilidade dos serviços oferecidos por meio da internet e uma grande economia de papéis são as principais características do novo sistema de emissão de documentos e consulta da situação cadastral de empresas da Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul (Jucems).

Agilizando o processo de consultas, impressão de contratos e arquivamento de forma segura das informações de cada empresa, o sistema chamado e-DOC Mercantil permite que órgãos e entidades tenham acesso a informações e cópias de documentos de empresas e seus sócios arquivados na Jucems e que já foram convertidos em arquivos digitais. “Todo este sistema vai gerar economia e esta celeridade do processo vai encurtar o caminho das consultas e emissão de documentos em pelo menos 30 dias”, explica o presidente da Jucems, Wagner Bertoli.
Pelo sistema poderão ser emitidas em apenas cinco minutos, nos 18 escritórios regionais da Jucems, Certidões Simplificadas e de Inteiro Teor. Este processo, conforme o diretor da Junta, demorava cerca de quatro dias na Capital e um tempo ainda maior para os escritórios do interior, já que toda documentação era enviada para Campo Grande. O e-DOC Mercantil vai permitir também alterações cadastrais em tempo real. “O analista acessa o processo e já tem na tela todas as informações. Desta forma podemos evitar uma série de problemas e erros, além de evitar o extravio de documentos ou que algum documento seja arquivado erroneamente”, pontua Bertoli.
Para digitalização de todos os processos do acervo documental da Junta Comercial, o governo do Estado investiu cerca de R$ 2 milhões. “Estamos à frente de muitos Estados com este processo que disponibiliza todas as imagens dos documentos dos processos de cada empresa. É uma mudança radical e a Junta Comercial vai passar por outro momento saindo do papel e entrando totalmente na era digital”, conta o presidente da Jucems, Wagner Bertoli.
A digitalização permite que estes órgãos que trabalham em defesa da sociedade consultem a situação cadastral ou até mesmo façam alguma alteração no cadastro empresarial. Os documentos emitidos pelo sistema são certificados juridicamente e aceitos em todas as esferas dos poderes Executivo e Judiciário.

Treinamento

Nesta terça e quarta-feiras (30 e 31 de outubro) a Junta Comercial convidou representantes de diversos órgãos públicos para um treinamento de apresentação sobre o funcionamento do sistema e-DOC Mercantil. Estiveram presentes representantes do Ministério Público Estadual e Federal, Tribunal de Justiça Estadual, Justiça Federal, Polícias Civil e Federal, Tribunal Regional do Trabalho, Advocacia-Geral da União, Procon, Defensoria Pública entre outros.

A Jucems vai disponibilizar o sistema com acompanhamento, apoio e aprovação da Superintendência de Gestão da Informação (SGI), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Fazenda. Para ter acesso os órgãos e entidades interessados deverão assinar um convênio com o governo do Estado, o que deverá ocorrer no mês de novembro, segundo o diretor da Junta Comercial.

O próximo passo, de acordo com Bertoli, é disponibilizar o sistema também para os profissionais que fazem a contabilidade das empresas do Estado que poderão realizar consultas de seus escritórios.


Fonte: Notícias.MS
Fotos: Edemir Rodrigues

Veja Também

Operação em MS e mais 16 estados mira desmatamento na Mata Atlântica

Área do bioma em Mato Grosso do Sul que pode ser fiscalizada (Foto/Divulgação)CREDITO: CAMPO GRANDE ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.