segunda-feira , 10 agosto 2020
Home / Esportes / Thiago Braz é dispensado do Pinheiros e fica sem clube antes das Olimpíadas de Tóquio

Thiago Braz é dispensado do Pinheiros e fica sem clube antes das Olimpíadas de Tóquio

O principal clube de atletismo do país, o Esporte Clube Pinheiros, anunciou esta semana a rescisão de contrato com o medalhista olímpico Thiago Braz, ouro no salto com vara na Rio-2016, informou o Uol e confirmado pelo GloboEsporte.com neste sábado. Com oito meses de antecedência do fim do contrato, o clube pagará a multa até o fim deste mês de abril. Thiago tem um dos maiores salários do Pinheiros e é o principal nome da folha de pagamento do atletismo.

Em nota, o Pinheiros afirma que irá arcar com a multa rescisória, que seria de 50% dos valores devidos até dezembro, como também vai garantir o pagamento do salário integral do mês de abril ao atleta, e que a rescisão poderia ser feita em qualquer período pelo clube.

Para o GloboEsporte.com, a NN assessoria, que cuida do atleta, confirmou a rescisão, mas disse que não irá se pronunciar para mais detalhes.

– Entendemos o momento que os clubes estão passando. E o Thiago seguirá firme para olimpíadas 2021 – comentou por telefone.

Thiago Braz final salto com vara Mundial de Atletismo Doha 2019 — Foto: Wagner do Carmo/CBAt

Thiago Braz final salto com vara Mundial de Atletismo Doha 2019 — Foto: Wagner do Carmo/CBAt

O atleta faz parte da equipe desde 2017, quando voltou a morar no Brasil. O saltador vivia em Fórmia, na Itália, onde treinava com o técnico ucraniano Vitaly Petrov, consultor do COB. Um dos motivos internos para a rescisão seria pela falta de retorno no investimento, pois o atleta não dava muita visibilidade ao clube.

O esporte olímpico do clube vem sofrendo com a crise financeira causada pelo coronavírus. Na última semana, o time de basquete recebeu carta de dispensa, informando que alguns atletas encerrariam suas atividades após vencimento do contrato. Funcionários e atletas também tiveram 25% de redução de salários no início do mês e com garantia de pagamento até outubro.

Segue na íntegra a nota oficial do Clube Pinheiros:

Comunicamos a rescisão do contrato do atleta Thiago Braz nesta semana. O esportista que mora na Itália é um parceiro consolidado do Pinheiros.

O Esporte Clube Pinheiros (ECP) irá pagar a remuneração integral deste mês de Abril para o atleta e também a multa pela rescisão do contrato que se encerraria em Dezembro de 2020. Importante frisar que a rescisão poderia ser feita em qualquer período pelo clube e estamos arcando com todos os custos.

Thiago Braz é um excelente profissional e admirado por todos os Pinherenses. As competências dele são notáveis e nós do Pinheiros temos ciência disso. Esperamos retomar em breve a parceria com esse importante atleta.

Por GloboEsporte.com

Veja Também

Flamengo anuncia fim de parceria com patrocinador master em junho

O Flamengo anunciou nesta quinta-feira o fim da parceria com o banco BS2. A empresa ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.