Home / Esportes / Uefa aprova novo formato da Champions em meio à crise da Superliga de clubes

Uefa aprova novo formato da Champions em meio à crise da Superliga de clubes

Um dia depois da bomba da criação da Superliga europeia de clubes, a Uefa realizou nesta segunda-feira uma reunião de seu Comitê Executivo. No encontro foram ratificados os novos formatos das competições europeias de clubes a partir de 2024, com destaque para a Liga dos Campeões.

A Champions League vai mudar de tamanho: de 32 para 36 equipes participantes, sem a tradicional fase de grupos de oito chaves e quatro times. A competição passará a adotar um formato tradicional de liga, neste caso chamado de “modelo suíço”.

  • Cada time terá um mínimo de 10 jogos de liga (cinco em casa, cinco fora), contra 10 oponentes diferentes.
  • Os oito melhores classificados na fase inicial se garantirão diretamente no mata-mata.
  • Os times que terminarem entre a nona e a 24ª posição na tabela geral vão encarar um playoff.
  • Os 16 “sobreviventes” disputarão às oitavas de final.

O mesmo formato será aplicado na Liga Europa (mínimo de oito partidas de liga) e na nova Europa Conference League (seis partidas). Ainda será discutido se essas duas competições serão também expandidas para 36 equipes.

Taça da Liga dos Campeões no sorteio da fase de grupos — Foto: REUTERS/Eric Gaillard

Taça da Liga dos Campeões no sorteio da fase de grupos — Foto: REUTERS/Eric Gaillard

Com as novas regras, a Liga dos Campeões passará a ter 225 jogos, ou seja, 100 a mais do que os atuais 125.

— Esse formato evoluído vai manter vivo o sonho de qualquer time da Europa de participar da Liga dos Campeões graças aos resultados obtidos dentro de campo, e também vai permitir viabilidade a longo prazo, prosperidade e crescimento para todos do futebol europeu, não apenas um pequeno e auto-escolhido cartel — declarou o presidente da Uefa, Aleksander Čeferin.

Discutidas pelo menos desde 2019, as mudanças no formato da Liga dos Campeões tinham como objetivo impedir a movimentação de alguns dos maiores clubes do continente para criar uma liga independente. Mas não houve sucesso nisso: 12 agremiações fundaram neste fim de semana a Superliga europeia de clubes.

Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, Barcelona, Inter de Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Real Madrid e Tottenham aguardam mais três participantes na Superliga.

O Comitê Executivo também se reuniu para tratar de atualizações da Eurocopa deste ano, novas regulamentações e distribuição da renda da Champions League feminina no ciclo 2021-2025, e as competições de base nos próximos anos.

Taça da Liga dos Campeões da Europa — Foto: Getty Images
Taça da Liga dos Campeões da Europa — Foto: Getty Images

Congresso Ordinário na terça-feira

O Congresso Anual Ordinário da Uefa acontece nesta terça-feira, também em Mountreux, na Suíça. Esse evento é a reunião de todos os presidentes e secretários gerais das 55 associações que fazem parte da confederação europeia de futebol.

Na pauta estão as eleições para o Comitê Executivo da Uefa e dos membros europeus do Conselho da Fifa, a ratificação dos representantes da Associação Europeia de Clubes (ECA) e das Ligas Europeias (EL) como membros do comitê executivo, e a aprovação do balanço financeiro de 2019/20 e do orçamento de 2021/22.

Por Redação do ge

Veja Também

Coutinho passa por cirurgia bem-sucedida e ficará afastado por 3 meses

O meia brasileiro Philippe Coutinho, do Barcelona, foi operado neste sábado (2) de forma bem-sucedida ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.