Home / Mundo / Voos são suspensos novamente em aeroporto de Londres por causa de drones

Voos são suspensos novamente em aeroporto de Londres por causa de drones


Painel exibe chegadas previstas do aeroporto de Gatwick, no sul de Londres, para esta sexta-feira (21) — Foto: Toby Melville/ Reuters

O aeroporto de Gatwick, em Londres, teve os voos suspensos novamente nesta sexta-feira (21) por causa de uma suspeita de que drones voltaram a sobrevoar o local. Cerca de uma hora depois, as operações foram retomadas. Neste período, 11 voos foram desviados para pouso em outros aeroportos.

Segundo o jornal inglês “The Guardian”, o aeroporto anunciou que estava “suspendendo temporariamente” suas operações em meio a relatos de que um drone foi avistado novamente.

Um porta-voz de Gatwick disse que os voos foram suspensos devido a uma “suspeita de avistamento de drones”. Voos com destino a Gatwick também estão em espera.

Na quinta-feira (20), o aeroporto ficou fechado durante 36 horas por causa do mesmo problema e só reabriu na manhã desta sexta-feira (21).

Milhares de passageiros aguardaram para embarcar no aeroporto que fica ao sul de Londres, o segundo mais movimentado do Reino Unido, enquanto a polícia ainda busca o operador dos drones.

A polícia descartou a hipótese de terrorismo e acredita que um ativista ambiental pode ter provocado o caos. Na noite de quarta, a pista foi fechada após o sobrevoo de drones, mas chegou a ser reaberta. Pouco tempo depois, outros equipamentos foram vistos sobrevoando o espaço aéreo, obrigando a suspensão das atividades até esta manhã.

A polícia informou que os equipamentos, considerados excepcionalmente grandes, foram observados mais de 50 vezes em 24 horas. O superintendente Jason Tingley afirmou que as autoridades acreditam que eles podem “ter sido adaptados e desenvolvidos” para prejudicar o funcionamento do aeroporto.

Milhares de passageiros sofreram o impacto da paralisação das atividades. Apenas na quinta-feira (20), cerca de 110 mil passageiros tinham previsão de passar pelo terminal, pois estavam previstos 760 voos (entre chegadas e partidas). Muitos tiveram que passar a noite no aeroporto, cobertos apenas com seus casacos.

Riscos

A legislação britânica proíbe o uso de drones no perímetro de 1 km dos aeroportos. Os aparelhos também não devem exceder uma altitude de 122 metros.

Passageiros esperam no terminal norte do Aeroporto de Londres Gatwick, ao sul de Londres, na quinta-feira (20) — Foto: Glyn Kirk / AFP

Um aumento de quase colisões entre drones e aviões comerciais intensificou as preocupações com a segurança na indústria da aviação nos últimos anos, segundo a Reuters.

No Reino Unido, o número de choques evitados entre drones particulares e aeronaves mais do que triplicou entre 2015 e 2017, e 92 incidentes foram registrados no ano passado, segundo a britânica Airprox Board.

Fonte: G1

Veja Também

Nova Iorque declara estado de emergência devido a inundações

Nova Iorque declara estado de emergência devido a inundações – Nova Iorque, Estados Unidos, 02 set ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.