Home / Campo Grande / Youtuber com mais de meio milhão de seguidores é preso por receptação de veículo

Youtuber com mais de meio milhão de seguidores é preso por receptação de veículo

Foi preso em flagrante nesta manhã por receptação o empresário Eduardo Rezende da Silva, de 26 anos, dono de canal no YouTube com mais de meio milhão de seguidores. Ele  já era investigado depois de postar vídeo considerado deboche criminoso ao toque de recolher por causa da pandemia de novo corona vírus e hoje foi pego em casa com um veículo paraguaio comprado de forma ilegal, e que seria usado para desmanche e venda posterior das peças,, segundo afirmação do próprio Eduardo nas redes sociais.

A prisão foi feita por policiais da 3ª Delegacia de Polícia Civil, no Bairro Carandá Bosque, que encontraram na casa de “Dudu do Razuk”, como é conhecido,  um Corolla branco, já usado por ele em vídeo do canal.

Responsável pela prisão, o delegado Ricardo Meirelles Bernadinelli informou ao Campo Grande News que foram identificadas pelo menos duas ilegalidades. A primeira é que o veículo foi comprado por uma segunda pessoa, que deu endereço falso no Paraguai, mas mora no Brasil, e seria repassado a Dudu.

O Brasil só permite importação de carros novos e por isso a negociação é fraudulenta, explicou Bernadinelli. Um dos problemas dessa operação é a sonegação de impostos.

Tanto o empresário quanto o comprador serão indiciados. A pessoa responsável pela aquisição foi presa e liberada. O nome não foi divulgado.

Além disso, para a polícia, a situação configura crime de receptação, de acordo com o delegado. A falsidade ideológica não gera prisão, mas a receptação sim. Depois do flagrante, Eduardo Rezende vai passar por audiência de custódia para decidir se fica ou não na cadeia, praxe da justiça.

Consequências – Dono de canal no YouTube com mais de meio milhão de seguidores, “Dudu do Razuk” virou alvo de inquérito policial na terça-feira (14), em razão de vídeo postado no dia dia 21 de março.

No material, já excluído do canal, ele sai de carro pelas ruas vazias de Campo Grande e afirma não ver agentes de segurança para impedir. Aparentemente, está em alta velocidade. Em outra gravação postada, ele afirma que policiais passaram a intimidá-lo e justifica que produziu a cena por sugestão de um seguidor.

Diante da provocação, a Secretaria de Defesa Social e Segurança Pública de Campo Grande encaminhou dossiê à Polícia Civil, que abriu inquérito para investigar o youtuber.

Ao Campo Grander News, o delegado Ricardo Meirelles Bernadinelli disse haver indícios de mais de meia dúzia de crimes cometidos pelo empresário. Os ilícitos vão de desobediência, incitação ao crime até estelionato, pois há suspeitas de que o rapaz vende veículos com preços irreais.

Essa venda ocorre em leilões na internet, feitos de forma ilegal, sem proteção aos clientes, de acordo com a polícia.

O Corolla ano 2004 que levou Eduardo Rezende à prisão já foi usado em vídeos postados por ele, em uma comparação de desempenho com outro carro.  Esse vídeo, onde é possível ver a placa paraguaia, gerou descondianças. Em outro, o próprio Eduardo fala em desmanchar o carro e vender as peças.

O veículo estava estava escondido na casa do youtuber, intacto, informou o delegado. À polícia, Dudu disse que havia mentido no vídeo falando do desmanche. Também alegou não saber que a forma como comprou era criminosa.

Por Marta Ferreira e Clayton Neves – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Veja Também

Instituição pede doações de cestas básicas para entrega no Natal

Foto: Obras Sociais Anália Franco/Divulgação Atuando há 26 anos no bairro Los Angeles, o Obras ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.